Participe de nossos abaixo-assinados
Petição Pública
Prezado Leitor, sua participação é muito importante para nós. Pedimos que, no site www.peticaopublica.com.br,
para cada abaixo-assinado de que você queira participar, digite seu nome completo, RG ou CPF e e-mail. Aproveite para recomendar o site a sua rede de contatos. Obrigada.
Lista de Links
Sala de atendimento
Clique na porta
para acessar Porta

Palavra-chave: Maria Silvia Orlovas

Medo do que é novo

18/01/2012

 por Maria Silvia Orlovas –

Nos últimos dias, conversei com algumas pessoas que me confidenciaram um medo em relação ao futuro, medo que as espera em 2012. Foi quando mergulhei em mim mesma em busca de resposta e da ressonância desse sentimento e encontrei uma reverberação desse sentimento negativo em mim também.

O passo seguinte foi me perguntar por que sentir medo? Por que temer?

Sempre procuro observar o que está à minha volta, e refletir sobre as emoções e sentimentos que me perturbam e percebi que a insegurança é um fator muito perturbador na vida das pessoas. O tempo todo sentimos medo e se não nos conscientizamos desse sentimento perturbador o medo vai tomando conta de nós e fechando as portas para atitudes inovadoras e libertadoras. Seguimos aprisionados ao medo de errar, de perder, de ousar, de fazer diferente, de assumir relacionamentos mais íntimos, de começar coisas novas. Mas por que olhar o futuro de forma negativa, por que não nos permitir ter esperanças? Por que guardamos dentro de nós as referências daquilo que não deu certo, passando por cima e esquecendo as coisas boas?
Precisamos mudar isso!

E esta importante mudança está em nós. A libertação deste padrão de consciência baseado no medo não acontecerá naturalmente. Serão as nossas forças, a nossa compreensão que mudará o futuro e também o presente.

Vejo muitas pessoas ficarem esperando as coisas acontecerem para acreditarem no bem, para transformar suas vidas em algo mais positivo. Esperam resultados externos, como uma promoção, ou o reconhecimento de alguém. E como quase sempre a vida não nos dá o que esperamos o tempo todo, a frustração toma conta das emoções, o medo se instala, e o sentimento de autoproteção vem e nos encapsula numa redoma. Concordo que precisamos aprender com os erros, com as coisas ruins que nos acontecem. Precisamos nos proteger e não repetir atos negativos, nem permitir que as coisas ou as pessoas nos machuquem, mas ainda feridos, precisamos dar espaço para tentar novamente, e fazer outros caminhos e novas escolhas. E essa atitude não deveria ser apenas de almas corajosas e otimistas.

Ousar, abrir, viver e deixar o sofrimento ir embora, focando a mente e o coração nas coisas positivas que temos deveria ser uma atitude natural para todos.

Vejo que a fé, aquela que move montanhas nasce dessa fluidez de deixar as coisas acontecerem, de nos permitir errar e de refazer caminhos. Não precisamos ser perfeitos para sermos amados, também não precisamos esperar alguém perfeito na nossa vida para sermos felizes.

Se formos mais leves em relação a cobranças, vivendo com uma boa dose de otimismo o que a vida nos oferecer, esse terrível inimigo da evolução que é o medo, desaparecerá sem esforço. Por que ter medo do futuro, se você acreditar que as coisas são passageiras, que você pode fazer de um outro jeito, que você pode ser feliz com aquilo que tem?

O bem mais precioso da sua vida é você mesmo, e cuidar de equilibrar suas emoções, seus pensamentos, faz toda diferença entre a escolha de ser feliz ou se preocupar. Se você viver o hoje na totalidade de suas possibilidades positivas, e fizer a sua parte, com certeza a felicidade do amanhã está garantida.

Fonte: Site Vidanova

Maria Silvia Orlovas fala sobre a Grande Fraternidade Branca

16/01/2012

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=837whaqT2OI’]

Fonte: Youtube

O que esperar do ano de 2012?

27/12/2011

 Cada pessoa tem o seu momento de vida, a sua regência astrológica, o seu estudo numerológico e é muito importante captar todas essas informações para ir decifrando os passos da caminhada deste próximo ciclo, mas a energia do todo também nos oferece mensagens e orientações que podem nos interessar e favorecer nossa caminhada.

Poucas coisas são mais difíceis do que ter muitas expectativas sobre algo. E o ano de 2012 está carregado de especulações, medos e ilusões e precisamos vencer tudo isso para encarar esse novo ciclo. Quando observamos a Lua e a regência astrológica que ela trará fica claro que o primeiro passo é meditar. Pois é, amigo leitor, meditar não apenas em um momento de relaxamento, yoga ou oração que é muito importante. No caso do próximo ano, vamos precisar meditar sempre, observando nossos pensamentos antes de agir, olhando o que de fato está acontecendo à nossa volta antes de tomar uma atitude e tentar sempre observar qual a melhor postura. Pois se seremos regidos pela instabilidade lunar, precisamos saber como equilibrar as emoções. Porque depois do leite derramado, fica muito mais complicado remediar, pedir desculpas por um ato impensado, ou algo semelhante. Voltar atrás é sempre complicado.

Já observando a referência do Arcano 12 – O enforcado, que também irá reger 2012, vamos nos deparar com a necessidade de praticar o desapego, mas não pense que se trata apenas de coisas materiais, aliás, vejo muitas pessoas bem soltas nesse sentido, mas totalmente apegadas aos seus planos, suas idéias, seus conceitos para a vida e seus desejos. Desapegar da parte emocional, de querer ter razão e comandar os resultados me parece bem mais desafiador do que lidar com coisas materiais. Mas, vamos também pensar que é bem difícil protelar as coisas, deixar algumas realizações de lado porque os caminhos não se abrem, pois mexemos com o ego que não gosta de ser contrariado. Mas quem gosta? Quem aceita as coisas sem reclamar, ou sem se sentir injustiçado quando algo dá errado ou simplesmente não acontece?

Todos nós queremos que as coisas da nossa vida dêem certo. Queremos ser amados, compreendidos, aceitos, queremos ter sucesso, trabalho recompensador e tudo de bom. Mas nem sempre estamos dispostos a respeitar o tempo das coisas, nem as lições de restrição e de quebra do ego que espiritualmente aceitamos enfrentar quando encarnamos. Mas num momento ou outro da nossa vida isso é preciso e não tem negociação, pois faz parte do aprendizado da alma.

2012 sinaliza um momento de tensão nesse sentido, e parece mesmo correto desacelerar o consumo e buscar a felicidade em coisas mais simples, pois, de uma forma geral, nossa sociedade está cada dia inventando mais e mais necessidades e, sem perceber, vamos aderindo cada vez mais o desejo de ter coisas, ao invés de curtir fazer, criar, trocar experiências e aprendizados com as pessoas à nossa volta. Quando olho para o enforcado, numa reflexão geral sobre o momento planetário, vejo claramente a necessidade de tirarmos o pé do acelerador dos desejos e passemos a ter mais critério no querer para não perder energia.
Lembrando ainda que temos a referência do 2 da sacerdotisa e o 20 do julgamento pesando sobre nós, o que significa lidar com o feminino, com o mundo dos sonhos, com nossas emoções mas com bom senso, buscando nosso aprimoramento no sentido maior, na espiritualidade e na consciência como nos pede a soma de 2012 que é 5, o Sumo sacerdote.

No próximo ano, a chave do sucesso é o cultivo da verdadeira espiritualidade que inclui meditação, orações e o desenvolvimento de uma visão mais tranqüila sobre o todo e também sobre a nossa vida e conduta. Lembrando sempre que, por mais difícil que possa parecer, cada um de nós tem responsabilidade na construção do sucesso de nossas vidas.

Somos co-autores do nosso destino e todos os dias, se cuidarmos mais das emoções, das atitudes, a vida com certeza será melhor.

Desejo muita luz e amor para todos.

Confira os ensinamentos e meditações curativas que Maria Silvia ensina participando de um dos seus grupos. Venha participar do seu Grupo de Meditação Dinâmica que acontece todas as quartas-feiras, no seu espaço em São Paulo. Venha ouvir pessoalmente as canalizações.

POR MARIA SILVIA ORLOVAS, DO SITE VIDA NOVA

Energias para 2012

11/12/2011

Por Maria Silvia Orlovas

Mais um ciclo se fecha e outro se inicia. Hoje pela manhã em meditação, recebi a seguinte orientação sobre as diretrizes para o próximo ano: vamos agradecer o ciclo que se fecha com alegria porque se finaliza mais uma etapa da vida, e vamos receber o novo ciclo com alegria porque poderemos fazer tudo melhor dessa vez com as experiências adquiridas.

É assim que pensam os seres de luz. Amor, alegria, otimismo. E, no caso de seres de luz, o pensamento deles se derrama sobre nós como energia, por isso é tão importante as práticas espirituais. Cada vez que elevamos o pensamento entramos numa sintonia de maior luz e compreensão e assim alcançamos uma maneira mais otimista, mais feliz para olhar e viver a vida. E em especial para 2012 vamos precisar muito dessa visão aberta, espiritual e otimista, porque a regência do ano não será nada fácil. Aliá gostaria muito de dizer que será um bom ano, que as coisas vão fluir naturalmente e que seremos felizes. Mas não é assim que a vida funciona e às vezes é tempo de crescer, de mudar, de colocar à prova tudo o que já sabemos.
Porém, também não é correto nos deixar levar pelo pessimismo, pois, afinal, seja qual for a influência planetária, numerológica ou espiritual tudo vai depender de nós, de nossas atitudes, de nossas reações.

Visitando o tarot, veremos em 2012 duas referências importantes na exaltação do jogo de cintura, no aprendizado com mais leveza. O Arcano número 2 “A Sacerdotisa” que traz a gestação de idéias e sonhos, projetos e habilidades, sustentado pelo arcano 20 “O julgamento”, que faz que repensemos constantemente as idéias e os sonhos. Em 2012 porém aparece em destaque o Arcano 12, O enforcado, que trás a mensagem do aprisionamento e ao mesmo tempo da lição do desapego. Como vocês já devem saber, o enforcado é representado por um homem pendurado de cabeça para baixo seguro pelas pernas com as mãos para trás. Nesta sintonia, somos convidados a olhar o mundo sob uma outra ótica, buscando nessa visão diferente as referências. O que pode parecer a princípio um convite para uma bagunça, para uma energia ruim meio caótica, até pode ser mesmo muito complicado para aqueles que desejam ardentemente controlar a vida.

Neste ano, vamos ter que nos deixar conduzir, vamos ter que praticar a entrega, mas vocês já fizeram yoga? Já experimentaram alguma vez se colocar de cabeça para baixo? Imagino que pelo menos quando crianças já experimentaram se colocar assim, não é?
Pois bem, olhar a vida de outra maneira, compreender que não dominamos as coisas e, ao mesmo tempo, observar que existe uma importante lição de criatividade, de desprendimento nessa vibração nos ajudará a percorrer melhor este ano, que está também com a regência astrológica da Lua e sua instabilidade, emoções exaltadas, e até estados depressivos. Mas de onde nasce a depressão se não do desejo frustrado de controlar a vida e os resultados? E se nos permitirmos olhar o mundo que nos rodeia com mais aceitação?

Posso dizer que venho há muito tempo pensando, refletindo sobre aceitação e descobri que, ao contrário do que parece à primeira vista, aceitar as coisas é uma atitude dos fortes, das pessoas que trabalharam a força interior e a sabedoria. Trata-se de um poder conquistado com muita dedicação ao desenvolvimento intelectual, a criatividade, a possibilidade de fazer diferente, de ousar.

Enquanto a força, as reações instintivas dominarem a nossa vida estaremos em guerra, em conflito, contrariados, porém, no momento em que nos abrirmos para observar o mundo à nossa volta sob todos os ângulos, com certeza, descobriremos uma estratégia saudável para nos arrumar e viver com mais alegria.

Somando-se 2+0+1+2=5 chegamos ao “A Papa” e a mais uma importante informação sobre o próximo ano que é a conexão com o espiritual, e também um pedido de uma atitude reverente frente a vida. O sumo sacerdote está ai para nos ensinar a manter o equilíbrio, cultivar o silencio interior, e a nos voltar a pratica espiritual. Atitudes importantes para enfrentar os desafios. Acho que ainda que tenhamos que trabalhar, lutar pelas conquistas materiais, em construir a nossa história, carreira, e marcar o nosso lugar no mundo, precisamos desenvolver uma grande sabedoria para lidar com as adversidades. E 2012 nos conduzirá a este estudo, e a esta prática.

Os Mestres ensinam que os impulsos nascem conosco, já a sabedoria, a visão expandida, a atitude estratégica e política, no bom sentido, precisam ser desenvolvidas ao longo da nossa caminhada. Pois, afinal, qual o valor de lutar, brigar, responder impulsivamente? Se depois teremos que conviver com os desafetos que criamos?

2012 não trará um momento fácil, mas não significa que trará o conflito. A energia do ano faz aflorar aquilo que está dentro de nós, e traduz aquilo que está pairando no inconsciente coletivo, lembrando que escolhemos a nossa conexão.

O pedido do astral é olhar o mundo com outros olhos, ver a vida de uma maneira diferente. E podemos concluir que já vemos situações diferentes acontecerem, foram conflitos e mudança de poder em vários países, transformações e interesses apontando para a necessidade do desenvolvimento sustentável para criar um mundo melhor, mais humano, menos materialista. Porém, isso tudo dependerá de cada um de nós, e de nossas atitudes.

Lembrando do enforcado, vale perguntar o que será que ele precisa soltar de suas mãos para tê-las livres e se desprender?

Desapego é fundamental. Muita luz e sabedoria para você!

Fonte: Vida Nova

Anteriores »
Rádio Anjos de Luz

Com agradecimento à Fada San. Visite www.anjodeluz.net

Meu perfil
Perfil de usuário Terra 2012 .
Receba newsletters

Seu e-mail

Leitores do Terra 2012 pelo mundo
free counters
Escreva para a grande fraternidade branca

Grande Fraternidade Branca
Com agradecimento ao Espaço Hankarra. Visite hankarralynda.blogspot.com

Prezado Leitor, se você é uma pessoa solitária, quer desabafar ou deseja uma opinião fraterna e desinteressada sobre algum problema que o aflige, escreva-nos carta para o endereço informado no rodapé do site, ou, se preferir, mande e-mail para grandefraternidadebranca
@terra2012.com.br
.

Todas as correspondências serão respondidas no menor prazo possível.

arvore

Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE!

Gato no notebook

DÚVIDAS? Fale com o Administrador gtm@terra2012.com.br

Acessar Webmail Terra 2012