Participe de nossos abaixo-assinados
Petição Pública
Prezado Leitor, sua participação é muito importante para nós. Pedimos que, no site www.peticaopublica.com.br,
para cada abaixo-assinado de que você queira participar, digite seu nome completo, RG ou CPF e e-mail. Aproveite para recomendar o site a sua rede de contatos. Obrigada.
Lista de Links
Sala de atendimento
Clique na porta
para acessar Porta

Palavra-chave: almas gêmeas

Saint Germain esclarece-nos sobre as almas gêmeas

13/08/2013

ALMAS GÊMEAS

Mestre Saint Germain

Mensagem canalizada através de Natalie Glasson

8 de Agosto de 2013.

 

 

Saudações e cumprimentos às amadas almas encarnadas na Terra.

 

Eu estendo a minha vibração de amor, de transformação e de magia divina para apoiar o despertar intenso e profundo que ocorre em seu ser. Eu Sou o Mestre Saint Germain, um Mestre Ascensionado e um instrumento de expressão da Luz e da consciência do Criador.

 

Por favor, saibam que estou aqui como uma energia de apoio com muitas almas e mestres nos planos internos lhes ajudando e orientando, enquanto vocês fazem a jornada terrivelmente mágica na Terra. Muito amor está vertendo em seu ser e na Terra, se assim o permitirem.

 

Vocês estão realmente sendo suspensos e encapsulados nas vibrações mais sagradas, divinas e familiares do amor e, assim, não há nada a temer ou com o que se preocupar. Quando se permitirem acessar a luz divina do Criador, o que significa receber a luz do Criador, tudo fluirá automaticamente como se orquestrado pela sua alma e pelo Criador, para a sua alegria.

 

Muitas pessoas na Terra estão agora obtendo altas frequências de luz em seu ser e realidade. Isto ativa a consciência iluminada, a compreensão e uma maior percepção da verdade. O mundo além da Terra está se abrindo para muitos véus criados por cada alma, enquanto os limites da separação estão se desintegrando.

 

Algumas das grandes compreensões que estão sendo criadas é a capacidade de reconhecer a consciência de unidade entre cada ser humano na Terra e a alma nos planos internos. A cada gota de luz que é reconhecida em seu ser e cada partícula de consciência que se forma, vocês estão conseguindo uma unidade mais profunda com o Criador.

 

O desejo de experienciar o Criador que é a sua verdade e a sua essência original e de incorporar o Criador em seu ser, sem o ego, os bloqueios e as limitações se forma imensamente. A fusão das experiências com os aspectos, as vibrações de energia e a consciência do Criador se tornam experiências naturais que vocês procuram a cada dia desenvolver na conexão que já é identificada e como o Criador.

 

Vocês podem buscar pessoas de pensamento similar, a solidão da meditação ou um momento que eleve o seu espírito, mas a cada momento que vocês se acreditam estar buscando uma pequena conexão e as experiências do Criador, estão realmente ansiando se tornar como um com o Criador.

 

Isto é perceber tudo o que são como um ser divino em sua atual encarnação e deixar ir tudo para adquirir uma verdadeira experiência de viver na Terra como o Criador, enquanto se movem através dos níveis de integração com o Criador. A integração com o Criador simboliza que vocês e o Criador estão co-criando cada momento e experiência de sua realidade, de modo que isto continue a crescer para uma síntese divina da unidade.

 

A busca da unidade divina com o Criador é natural, afinal é o seu instrumento de paixão e de força de vontade para continuar a sua jornada na Terra. Chegará um momento em sua ascensão e em seu processo de despertar em que não apenas desejarão experienciar o Criador os envolvendo com a energia e a luz do interior do seu ser, mas a sua alma também desejará reconhecer e experienciar o Criador em outra pessoa.

 

Cada ser na Terra mantém um aspecto do Criador em seu ser e assim vocês perceberiam que a sua alma pode reconhecer estes aspectos do Criador, sentindo-se completamente amados, apoiados e em unidade. Este nem sempre é o caso, porque a sua alma deseja a forma física que vocês são para perceber a presença do Criador dentro de todos.

 

Sua alma quase deseja ser alimentada com a luz multiplicada através de uma profunda percepção do Criador em outro ser. Na verdade, a sua alma deseja um espelho para se expor, de modo que possam se ver plenamente em toda a sua magnificência, enquanto também incentiva a personalidade e o ego a deixar ir as rédeas e o controle que limitam a alma.

 

Pode ser que a alma deseje um companheiro ou um amigo de vibrações e qualidades semelhantes, ou qualidades extraordinárias que precisam ser reconhecidas em seu ser para que se harmonizem com ela. O maior desejo da alma é experienciar o fluxo divino do Criador, receber e dar as vibrações do Criador.

 

Quando outra alma está presente, então a alma pode realmente começar a experienciar o dar e receber do amor divino do Criador, as qualidades e o auto-reconhecimento. Através da experiência da alma estando em harmonia e em equilíbrio com outra alma, ambas as almas podem intensificar as suas experiências do Criador, agindo como um amplificador do divino.

 

Embora a escalada das duas almas possa ser intensificada através dos românticos, o mesmo pode ser alcançado em conexões de amizade divina e de apoio. Estou desejando expressar a vocês a noção de que qualquer alma apropriada, guiada pela sua alma e pelo Criador, pode agir como um companheiro, reflexo e amplificador para a sua alma ajudar ainda mais no crescimento.

 

Na minha opinião, a palavra e o título de “Alma Gêmea”, foi mal interpretada ou talvez com a nova consciência da unidade, ancorando na compreensão e percepção de todos, a definição de uma Alma Gêmea, pode agora ser trazida para maior esclarecimento e verdade.

 

Uma alma gêmea pode ter sido compreendida no passado como uma alma do mesmo grupo de alma que a sua. Todas as extensões da alma do mesmo grupo de alma mantêm a mesma vibração e as suas experiências, consciência e sabedoria são associadas para que todas as extensões da alma se atraiam.

 

É freqüente que as extensões da alma do mesmo grupo de almas não encarnem juntas, porque elas são espelhos profundamente transparentes umas das outras, assim elas não perceberiam a diferença da informação, porque elas estão sendo atraídas do mesmo reservatório de sabedoria.

 

Muitas vezes, as almas do mesmo grupo de almas se conectam por breves períodos em suas encarnações para oferecerem uma consciência renovada e inspiração. Enquanto vocês sempre se perceberem em outras extensões da alma do mesmo grupo de almas e experienciarem uma profunda familiaridade, poderão realmente experienciar conexões e memórias mais profundas quando defrontados com uma extensão ou aspecto da alma que seja de outro grupo de alma.

 

Muitas vezes, os grupos de almas trabalham juntos através de inúmeras existências e assim se tornam profundamente ligadas, suas energias entrelaçadas na Terra e em inúmeras dimensões de freqüência mais elevada. Os grupos de almas diferentes podem se comunicar e adquirir profundas percepções através da interação de suas extensões da alma na Terra.

 

Isto significa que quando vocês se conectam com uma pessoa na Terra, tendo a sensação de que estão olhando para si mesmos, então é muito provável que esta pessoa seja uma parte de seu grupo de alma. Portanto, eles são, em muitos sentidos, mais uma lembrança da alma ou uma fonte de inspiração do que um companheiro.

 

Se fossem se conectar com uma pessoa na Terra sentindo um profundo amor, familiaridade e inúmeras memórias, então é muito provável que esta pessoa seja a sua alma gêmea, significando o seu amigo de alma ou companheiro de jornada. Para expor isto de forma mais correta, esta pessoa é um aspecto do grupo de alma que está apoiando o seu próprio grupo de alma e com a qual vocês têm uma profunda conexão que se estende além da Terra e para as dimensões de maior unificação.

 

Quando escolher ou buscar um parceiro ou amigo que deseja experienciar a unidade e uma profunda integração energética com um aspecto de seu próprio grupo de almas, o que em muitos sentidos, já estão explorando dentro do seu ser ou um aspecto de outro grupo de alma que desperte a sabedoria mais profunda do universo do Criador?

 

Uma alma gêmea é uma alma que deseja viajar com vocês através da jornada da Terra e agir como um reflexo de sua própria energia, enquanto também inspira e desperta novos aspectos de si mesmo.

 

Quando vocês se conectarem e compreenderem que cada pessoa e alma na Terra é um aspecto do Criador, perceberão que há múltiplas opções e oportunidades para vinculação e troca com uma Alma Gêmea, uma alma de vibração semelhante desejando apoiar a sua ascensão e experienciar a unidade do Criador.

 

Estou apenas desejando inspirá-los a expandir a sua mente, abrir os seus horizontes e compreender que há muitos aspectos da alma ou aspectos do Criador para apoiá-los neste momento. Naturalmente, somente as almas mais apropriadas avançarão para serem úteis a vocês e a quem vocês também podem ser úteis. Permitam que este ser seja a beleza e o amor divino do Criador, em vez de se limitarem a experienciar somente o amor com alguém que seja igual a vocês.

 

Na verdade, todos nós somos da mesma vibração. Somos todos da mesma energia, fonte, grupo de almas, comunidade e amigos. Os véus da separação nos permitem nos identificarmos mais plenamente, mas também nos levarão aos caminhos de falsas impressões do Criador.

 

Estamos todos existindo em um momento de unidade e isto também se estende aos seus relacionamentos de todos os tipos, mas lembrem-se de que a unidade que é percebida nas planos internos pode ser diversa da unidade da Terra. Permitam-se alterar a sua perspectiva enquanto recebem não apenas aqueles de seu grupo de almas, mas de outros grupos de almas, para que comunguem com vocês e apoiem a sua ascensão na Terra.

 

Vocês podem descobrir que muitos termos espirituais e a compreensão do nosso passado podem vir com entendimentos diferentes nesta nova era da Luz, do amor e da verdade na Terra e em todo o Universo do Criador.

 

Com amor, sempre, 

Saint Germain

Fonte: Anjo de  Luz

LUZ!

STELA

Almas gêmeas

04/07/2013

Se você sentir por alguém amor Espiritual, vontade de ficar junto da pessoa, sentir carinho, ternura, saudade de vez em quando, vontade e prazer de conversar, dialogar, estar junto, esta pessoa inicia o processo de ser sua verdadeira Alma Gêmea. Este estado de espiritualidade pela pessoa chamamos de Efeito Alpha. Se você sente por alguém uma forte atração sexual, atinge o orgasmo e se completa sexualmente, podemos afirmar que conseguiu completar a 2ª Função específica da Alma Gêmea conjugal (amor).

Se você vive em harmonia com a pessoa, isto é, não necessariamente um casal de pombinhos, é normal de vez em quando haver um pequeno atrito (remediável), entretanto existe entre vocês diálogo para chegarem ao bom senso, podemos afirmar que acabam de completar a verdadeira alma gêmea.

Ao partirmos do princípio de que cada um tem sua aura e cada aura tem a sua identificação, certamente o objetivo do universo, segundo suas leis, cada ser humano tem por direito reservado as 33 almas gêmeas para poder concluir sua evolução durante a eternidade.

Existem vários tipos de almas gêmeas e, com relação ao amor, união sentimental, ficou estabelecido por lei energética que cada ser humano teria que encontrar a sua verdadeira alma gêmea, a partir do início da centelha, isto é, quando ela se transformou em aura, de modo automático, uma outra centelha, nas mesmas condições evolutivas que vibrava bem ao lado da primeira, também recebeu a sua aura quase que instantaneamente em relação à primeira.

Imagine dois alunos amigos, companheiros que estão se formando juntos, no mesmo ano, na mesma turma, os dois sempre estiveram ligados numa amizade profunda. Se cada aura tem sua identificação por frequência e vibração, por certo os números são próximos um do outro. Exemplo: o número de um é 1035 e o outro é 1036, portanto a identificação é a mais próxima possível. Continuando a imaginar a escola, os alunos: numa determinada turma há um aluno de número 1034, este até combina com o de número 1035, que nesse entendimento é o aluno central, simboliza você.

O relacionamento dos três alunos de matrículas 1034,1035 e 1036 torna-se difícil devido ao ciúme, desejo de posse, medo de perder, criando situação constrangedora na turma. Ao considerarmos o número de matrícula 1035 como ponto central de nossa “estória”, o próximo número para frente consideramos positivo e o anterior negativo; o 1034 representa o passado, o 1035 o presente e o 1036 o futuro. A situação constrangedora a que nos referimos estabeleceu-se e o aluno 1035 passa por momentos difíceis, sendo vítima de ciúme entre suas duas amizades.

A amizade do passado (1034) é apenas de cunho social e até sincera; a amizade do futuro (1036) é bem mais que isto, é amor puro, principalmente por estar na frente, no futuro, caminha para a evolução, sempre em relação ao presente e nunca ao passado.

Se compararmos a nossa vida e experiências com a “estória” acima, é lógico que se estabelecerá confusão, tudo porque o ciúme e a ignorância fazem com que o aluno do passado se torne um grande problema para a vida do aluno do presente, atrapalhando sua felicidade. Ao seguirmos o raciocínio, este amor do passado acabará se transformando em paixão doentia. A paixão é muito diferente do amor, ela gera o medo da perda, o que faz com que a pessoa apaixonada acabe sofrendo muito e fazendo o outro infeliz. Quem ama de verdade deseja que o outro seja feliz, mesmo lhe sendo difícil. Usando de bom senso, você verá que o esforço daquela pessoa resultará mal, pois é uma união que não levará à felicidade, portanto, deveria autoconhecer-se e procurar sua verdadeira alma gêmea.

Resumindo, este aluno do passado passa a seguir o do presente por toda a vida e, após esta existência, ao se encontrarem de novo, ele será a alma gêmea negativa, sobre a qual já falamos, na qualidade de pai, mãe, irmão, etc., com o fim de apagar as impressões negativas que ficaram, para que ambos possam prosseguir suas evoluções livres delas.

Mas, infelizmente, por falta de conhecimento, o ser humano perde-se na convivência, não reconhecendo a necessidade de apagar aquelas más impressões e o convívio com aquele pai, mãe ou irmão será desastroso, sofrido. Quando nos encontramos em situação como esta, devemos procurar compreender, perdoar, e buscar meios e condições para manter-se frio em relação às mágoas, intempéries, para que possa evitar doenças, desarmonia, criando barreiras que impedem a vitória, a organização de uma família, isto é, procurando ver naquela pessoa uma criança grande que não sabe o que faz, resguardando-se, assim, das negatividades (como mágoas, ressentimentos), sabendo andar no inferno sem se queimar. Mais tarde é possível que aquela pessoa reconheça seu descontrole mesmo não querendo “dar o braço a torcer”, contudo, existe outro tipo de ser humano que está de tal modo negativo que o seu orgulho é muito maior que a própria visão do bom senso, “mas, é preciso compreender mais que ser compreendido”.

É muito importante que cada ser humano encontre suas almas gêmeas na vida atual. Não nos referimos somente à alma gêmea namorado (a), mas sim a todas as almas gêmeas, coisa fundamental para a evolução de cada um.

Dentro do campo magnético da aura humana existem trinta e três espaços energéticos específicos para serem preenchidos pelas Almas Gêmeas neste mundo. Se você não conseguir completá-los na presente existência, terá que fazê-lo em outra no futuro, tanto das positivas quanto das negativas, sendo que o encontro com essas últimas não deve ser encarado como sofrimento, e sim a experiência necessária para a evolução de ambas.

De repente você convive com seu pai – alma gêmea negativa – e hoje ainda guarda mágoa, ódio e outros sentimentos negativos em relação a ele. Se você fizer uma regressão de memória a vidas passadas, poderá Ter uma surpresa interessante, pois seu pai atual pode aparecer numa outra vida como inimigo ou alguém que o maltratou ou vice-versa. Quando ele veio para a presente existência trouxe consigo aquelas impressões, bem como você também.

Existe uma Lei no Universo que diz: “todas as auras para evoluírem terão que passar por um processo de limpeza energética para alcançar a dimensão máxima de um sistema hierárquico.” Logicamente, com impressões negativas é impossível alcançar tamanha evolução, portanto, o reencontro é necessário até que não haja mais resíduo negativo do passado.

Dentro de uma visão cósmica, todas as auras, independente de serem amigos, inimigos, família etc., são congêneres, irmãos universais. Se na vida passada você tivesse autoconhecimento, certamente poderia ter evitado que pelo menos em sua aura carregasse, trouxesse a mancha negra daquela negatividade, evitando atrair aquele pai negativo, ao nascer numa família mais positiva com facilidade de passar para você uma melhor educação tanto social quanto espiritual. Mesmo nesta forma é importante o reencontro com aquela Alma Gêmea negativa para completar sua experiência sob todos os aspectos.

Porém infelizmente, por falta de controle emocional, muitas pessoas que passam pela mesma situação não compreendem e, ao invés de saber “caminhar no inferno sem se queimar”, isto é, evitando a discórdia entre pai e filho ao tentar compreendê-lo em todas as circunstâncias e não se deixando levar pelos sentimentos de ódio, rancor, atraindo problemas de ordem emocional, bem como criando barreiras para a evolução.

A partir do momento em que procura se autoconhecer, tudo começa a mudar por completo, afinal ninguém nasce ruim, na verdade todos precisam de amor e compreensão, por mais rudes e ignorantes que sejam.

A maior força do Universo é o amor. Quando conseguimos controlar as emoções, logicamente temos o poder de compreender qualquer situação, comportando-nos como profissionais da área mental-emocional, poderia inverter todo o processo e com isso conseguir que a sua aura ficasse livre das impressões negativas, evoluindo cada vez mais, e a caminho da felicidade.

Uma senhora muito educada, professora, mãe de três filhos, procurou-me para um atendimento especial. Durante a consulta, a senhora S. H. relatou-me todos os seus problemas emocionais. Vivia muito bem com o marido, de repente começou a sentir revolta de todos, inclusive do esposo; quando chegava a noite, era acometida por uma forte depressão, uma agonia desesperadora, com vontade de morrer. Passava noites em claro, com muita dor de cabeça, sem ânimo para nada, e não sabia a razão deste sofrimento.

Preparamos a senhora S.H. para uma regressão de memória. Ao chegarmos à idade de seis anos, ela começou a chorar, perguntei por que estava chorando, e respondeu: “Meu pai é muito ruim para mim, não judia de mim, não quer que vá para a escola e está brigando com minha mãe, falando coisas feias para ela, eu estou com muito medo.”

Naquele momento constatamos a existência de um trauma e sua aura deveria estar sobrecarregada de negatividade com relação a seu pai. No mesmo instante, trarei de inverter toda a situação e logo depois, ainda em regressão, ela voltou a sentir-se bem, como se nada tivesse acontecido.

Consegui limpar a aura de todos os seus traumas até o presente momento e ela se transformou completamente, nunca mais teve insônia, voltou a amar sua família, sentindo-se bem com a vida. No caso acima, ficaria muito difícil uma criança de seis anos ter a compreensão e o entendimento necessário para inverter a situação. Caberia a responsabilidade de sua mãe passar para ela o autoconhecimento, para que ela pudesse superar aqueles traumas, mas ela também não sabia como fazer para orientar sua filha, levando em sua aura a culpa de não saber lidar com a situação.

Neste momento vemos como é importante você autoconhecimento não só para si, mas para ajudar os seus. Muitos pais, por desconhecimento e descontrole emocional, agridem-se e aos filhos, jogando uns contra os outros, gerando revolta nas crianças, a qual permanece acumulada por muito tempo, vindo à tona bem mais tarde.

Analisando esta “estória”, você percebe que uma simples situação do passado pode levar uma pessoa ao suicídio, a uma separação, impedindo as pessoas de serem felizes. Uma vez promovido o autoconhecimento, aquela senhora, mesmo que encontre novamente seu pai, numa outra vida, certamente saberá controlar a situação, desse modo, convivendo bem, pois levará consigo a aquisição daquele autoconhecimento.

O mesmo ocorre com os encontros das almas gêmeas no campo sentimental – namoro. É comum você ter encontrado alguém que amou demais, e este se transforma numa pessoa não mais querida; em alguns casos, resta apenas mágoa, ódio. Se no momento da convivência a pessoa consegue controlar o relacionamento, tentando compreender a situação, pode transformar em grande amizade, levando-a pela eternidade.

Por Fausto de Oliveira

Mas, afinal, o que são almas gêmeas?

20/05/2013
IFRAME Embed for Youtube

 

IFRAME Embed for Youtube

Fonte: Youtube

É tempo de as almas gêmeas reencontrarem-se

09/02/2013

RELACIONAMENTOS AMOROSOS

Mensagem de Jeshua

Canalizada por Pamela Kribbe

janeiro de 2013

Queridos amigos,

Eu Sou Jeshua, e os saúdo sinceramente. Estou aqui com o coração pleno. Quero compartilhar ideias com vocês, pois são meus irmãos e irmãs e sinto que temos uma profunda afinidade. Não sou mais do que vocês e nem superior. Somos Um.

Embarcamos juntos para plantar a semente da energia Crística neste planeta, uma semente que, com o tempo, lentamente cresceria e se abriria numa flor plenamente madura. Este momento na Terra é de conclusão dessa viagem. É um momento no qual muitos brotos estão começando a se desenvolver, e, em vários aspectos, vocês são as flores que estão desabrochando.

Juntos formamos uma unidade, uma alma coletiva que se dedica ao nascimento de uma nova consciência. Então, não me vejam mais como um mestre que está acima de vocês, mas como um amigo que os segura pelas mãos e deseja compartilhar seu amor com vocês, porque realmente os ama profundamente.

Vocês têm um profundo anseio por amor, e procuram-no em relacionamentos com outros e também através de uma conexão com o divino. Mas, na verdade, aquilo que cada um de vocês tanto deseja encontra-se dentro de si mesmo, é a sua própria parte divina, a parte que é una com o amor incondicional e a alegria.

Quando vivencia esta parte de si mesmo, você sente como se estivesse voltando para casa, para o seu lar. Tudo o mais na sua vida torna-se fácil, leve e alegre. Você está inteiro interiormente e não precisa de nada externo a si para fazê-lo sentir-se bem. Você é uma unidade em si mesmo e, ao mesmo tempo, sente-se conectado com tudo o mais de um modo profundo e íntimo.

O paradoxal a respeito de relacionamentos é que você só pode estar intimamente conectado com outra pessoa se for capaz e acolher a unidade dentro de você mesmo. Se estiver pronto para aceitar a si próprio, com os pesos do passado, com seus altos e baixos – então haverá espaço para outra pessoa e sua individualidade única.

Nesse caso, você não estará usando outra pessoa para voltar ao Lar. Pelo contrário, estará compartilhando o Lar que você traz dentro do seu coração com essa outra pessoa.

Este tipo de relacionamento transforma-se numa celebração entre os dois, um compartilhamento; e é um relacionamento curativo, independentemente de ser com um parceiro, um amigo ou um filho; isto não faz nenhuma diferença essencial. Ele toca-o intensamente e mexe com suas emoções mais profundas, porque lhe dá a impressão de guardar a promessa da volta ao Lar, como nenhum outro relacionamento o faz.

Antes de falar sobre relacionamentos amorosos, eu gostaria de lhe recordar que o Lar pelo qual você anseia, aquela unidade original da qual você nasceu como uma alma, não está tão distante.

Pode-se dizer que, nos reinos do tempo, faz um tempo extremamente longo que você simbolicamente deixou o Paraíso, que você tomou seu próprio caminho como “alma num corpo” e escolheu uma determinada forma na qual se manifestar e passar por experiências, visitando diferentes lugares do universo.

Quando você nasceu como alma individual e empreendeu sua jornada, renunciou a esta unidade primordial – que podemos imaginar como um aconchegante cobertor de amor e luz – que lhe era tão familiar; a unidade na qual você sempre sentiu a Presença segura de um Deus-Pai-Mãe e assim nunca teve medo de ficar só ou ser rejeitado.

Estes conceitos “negativos” nem existiam na sua compreensão, entretanto um poder arquetípico estava em ação em Deus, fazendo com que você nascesse do útero dessa unidade Deus-Pai-Mãe.

Qual foi o propósito desse nascimento?

Que todos pudessem tornar-se deuses independentes!

Que cada um pudesse tornar-se o ponto de partida de uma fonte Deus-Pai-Mãe de aconchego e amor, da qual uma infinidade de seres seriam criados e emergiriam.

Mas, no começo, sua despedida lhe causou um choque. Com essa separação da unidade lhe veio o conhecimento de que, para vivenciar verdadeiramente o processo de evolução, você não poderia saber nada de antemão. Percebeu que só poderia se separar daquela unidade primordial, seguindo totalmente seu próprio caminho como alma individual que, pela primeira vez, se torna familiarizada com o medo, a desolação e as trevas da falta de conhecimento e entendimento.

Você ainda carrega essa experiência original de desolação e solidão, que pode vir à tona com muita intensidade, na área dos relacionamentos amorosos. Mas antes de abordar esse assunto, quero lhe recordar que você tem a possibilidade de vivenciar aquela conexão primordial a qualquer momento.

Quando entra num sono sem sonhos, você deixa seu corpo e se conecta com a fonte mais profunda da qual você veio – com Deus, se assim quiser chamá-lo, ou com a essência mais profunda de si mesmo, aquela sua parte que nunca deixou o Paraíso e ainda está lá.

Embora você tenha saído de lá há bilhões de anos, a unidade ainda está dentro de você; é uma parte inalienável da sua consciência. À noite, se a sua mente não estiver muito ativa e você se entregar ao sono e aos reinos não físicos no qual penetra, você acolhe essa Fonte, ao deixar seu corpo, e se renova nela.

Inclusive, na sua vida diária, você pode fazer a conexão com essa realidade do espírito divino, do qual você é uma parte íntima. Ao ficar muito quieto, você pode sentir essa presença aqui e agora. Eu o convido a sentir o quanto nós juntos, como um só ser, fazemos parte dessa face original de Deus.

Imagine que, no meio do seu peito, no seu chacra cardíaco, há um cristal brilhante e belo. Imagine-o aí e sinta seu poder: um cristal claro e puro, do qual todas as faces refletem suas várias experiências simultaneamente. Este cristal-coração também está conectado com tudo ao seu redor.

Os sentimentos que você recebe de outros podem ser refletidos por esse cristal, e percebendo o estado de espírito e emoções deles através desse cristal, você pode entendê-los. A partir desse cristal-coração, você compreende as experiências dos outros, e suas dores e decepções ficam claras para você.

Este cristal-coração está conectado com os corações de todos os outros seres vivos, porque nós somos todos um. Ao mesmo tempo, você também pode sentir que esse coração que você traz no peito lhe pertence – é o seu coração-alma. Sinta como esses dois aspectos caminham juntos.

Você está conectado no nível do seu coração com os outros – há um campo horizontal que o conecta com tudo que está vivo – então não existe nenhuma separação, somos todos um. Por outro lado, você também é “um”, isto é, você é você, e ninguém mais é exatamente como você.

Você é um ser individual e existe uma linha vertical que o conecta diretamente com sua Fonte, com Deus. Você está nesse corpo físico, que é o sustentáculo do seu coração, sua própria porção da consciência de Deus.

Sinta a vastidão desse cristal – a consciência infinita que pertence a você e, ao mesmo tempo, pode ir aonde quiser. Ela não está presa a esse corpo, embora esteja nesse corpo agora, temporariamente, mas é uma energia tão vasta que, em última análise, não está presa a forma nenhuma.

Você é essa consciência, você trouxe um pedaço da estrutura divina de Deus-Pai-Mãe junto consigo aqui para a Terra. Você é inteiro e completo em si mesmo e é o guardião desse cristal-coração. Lembre-se disto, enquanto conversamos sobre a questão dos relacionamentos amorosos.

Quando você se apaixona por outra pessoa, geralmente há uma experiência intensa de prazer no começo do relacionamento. Parece que algo se escancara dentro de você, algo que estava fechado e escondido há muito tempo e só pode ser destrancado pelo olhar desse outro ser. Outras pessoas não parecem ver esse “algo” dentro de você, mas aquele que você ama desperta a beleza pura que você é.

Sua paixão e entusiasmo pela vida retornam, você se sente visto e amado e começa a vivenciar sua própria profundeza – a maravilha que você é. É isto que você experiencia na paixão. E embora isso pareça se referir ao outro, na verdade refere-se a você mesmo, ao que o outro evoca dentro de você, que é delicioso, um verdadeiro milagre! Parece que só então você despertou e só então percebeu o quanto você tem para dar e o quanto pode ser amado.

Nesse momento, você geralmente fica intoxicado com o assombro e a maravilha dessa paixão que você experiencia, e cegamente se amarra àquele que despertou esse sentimento no seu interior. É como se esse outro ser tivesse a “varinha mágica” em suas mãos. Então, aquilo que no começo levou a uma revelação e a um sentimento amoroso por você mesmo e pelo outro, lentamente o conduz a um voo para longe de si, enquanto você fica totalmente focado no outro.

Então começa uma luta com o outro. Você vai querer possuir a parte dele que o faz sentir-se tão bem. E o outro geralmente faz o mesmo com você, e ambos se tornam imensamente confusos com esse cabo de guerra. Deste modo, o melhor que um pode dar ao outro acaba invocando o pior, como ciúme, dependência e lutas de poder. Esta é uma queda muito dolorosa que a maioria das pessoas vivenciou em sua vida.

Como acontece esta queda?

Existem duas partes dentro de você. Nesse cristal-coração que eu descrevi, existe um amor que pode ver o outro exatamente como ele é e pode experienciar a beleza que há nele. A partir desse espaço no seu coração, você pode entrar numa conexão igual e equilibrada com outra pessoa, na qual ambos reconhecem o divino no outro e, ao mesmo tempo, não perdem de vista o aspecto humano do outro. Cada um admite a dor, as desconfianças, as decepções e resistência do outro.

Mas partindo do seu ventre, há uma outra energia em ação, algo que pode ser uma força muito intensa e destruidora na paixão cega. Chamo essa energia de “criança interior negligenciada”, que carrega dentro de si uma dor muito forte e profunda, que vem da dor original do nascimento cósmico, a dor de abandonar a unidade de Deus-Pai-Mãe.

Essa criança também desperta quando você se apaixona, e essa criança tem muitas emoções que podem obscurecer o seu coração. Essas emoções podem envolver o cristal-coração e encobrir o fato de que você é a fonte de prazer e bem-aventurança que experiencia nos estágios iniciais do amor romântico. Estes sentimentos tinham a ver com você e o espaço que você deu a si mesmo – que se tornou possível através do outro, mas que, ainda assim, tinha a ver com você.

Entretanto, a criança em você, que está sofrendo e chorando pela atenção, amor e reconhecimento, dos quais ela sentiu falta por tanto tempo, pode ser tentada a colocar uma espécie de camisa de força no parceiro, desejando retê-lo a todo custo, de modo a tomar para si o que lhe falta.

Assim, a criança interior e o cristal-coração podem acabar se tornando dois lados opostos. O que a princípio parecia ser muito lindo, transforma-se num relacionamento destrutivo, onde um vai brigar com o outro e entrar numa batalha que ninguém deseja, mas que acontece de qualquer maneira.

No momento em que a mágica ameaça desaparecer, você pode ficar desesperado. E vai querer se agarrar ao seu parceiro a todo custo, porque uma vez sentiu uma sensação de amor absoluto por essa pessoa. Você vai lutar para retê-lo, e suas antigas dores e emoções de raiva, medo de abandono e até ódio, podem vir à tona. É muito difícil se desapegar de outra pessoa mesmo então, porque você é levado pela lembrança de como era bom quando tudo estava em harmonia.

É muito importante que, nesse estágio, você saiba como se desapegar. O momento em que sente que seu relacionamento está entrando numa espiral descendente, e vocês começam a acusar e culpar um ao outro, é o momento de recuar. Vocês podem ferir tão profundamente um ao outro justamente porque se envolveram muito intensamente, e essa dor é difícil de curar.

Então, ouse dar um passo para trás quando sentir que está perdendo o controle, que está sendo varrido pelas emoções que o impedem de se aproximar do seu parceiro com o coração aberto. Você pode sentir um medo profundo de ser abandonado, ou justamente o contrário – um medo de se conectar tão profundamente com alguém que se perca nesse relacionamento.

Pode haver outras emoções como raiva e ciúme, mas o importante é que você perceba que as emoções mais intensas se referem mais a você mesmo do que ao relacionamento. O relacionamento acionou as emoções, mas elas mesmas se originam de causas mais profundas.

O que importa agora é que você se volte para a criança ferida e negligenciada, que é a verdadeira causa do seu desequilíbrio emocional. Fazer isto não é responsabilidade do seu parceiro. E você também não é responsável pela criança interior dele/dela. Tornar alguém responsável pela sua dor e esperar que ele a cure produz uma confusão enorme nos relacionamentos.

Então, como você pode ver que o relacionamento, que inicialmente era uma ligação amorosa, está indo mal e se desequilibrando? Na verdade, existem sinais claros, e um dos meios de descobrir isso é fazendo simbolicamente um exercício com sua criança interior.

Imagine que está de frente para o seu parceiro neste momento – ou de alguém que seja muito importante para você, se não tiver um parceiro atualmente – e permita que sua criança interior fique à sua esquerda.

Simplesmente imagine-se como uma criança com menos de dez anos, e mantenha essa criança do seu lado esquerdo, de frente para o seu parceiro. Agora veja como a criança reage ao seu amado. Observe a primeira reação dessa criança.

Pergunte-lhe: “O que lhe atraiu nele (ou nela)? O que você achou tão irresistível? O que tocou seu coração, o que a fascinou?”

E depois pergunte: “Como você se sente agora?”

Aconteceu alguma coisa com aquela qualidade original?

A criança ainda pode sentir aquele amor?

Num relacionamento curativo, essa qualidade única continua muito presente. Ela o alimenta ainda; aquece-o ainda, enquanto, ao mesmo tempo, seu parceiro adquiriu uma forma mais humana, com seus próprios problemas, seus altos e baixos.

Entretanto, alguma coisa daquela mágica original continua lá, e por causa dessa mágica, os problemas podem ser superados. Se você notar que a mágica está ausente, se sua criança interior realmente sentir que não é amada ou que é tratada injustamente, então está acontecendo alguma coisa à qual você deve prestar atenção. Dedique algum tempo para descobrir isso com sua criança interior.

Para esclarecer a situação, abandone a imagem da criança interior e agora imagine que você está diante do parceiro que você escolheu e observe como a energia de dar e receber está fluindo entre vocês.

Primeiro, veja o que você dá para o outro e sinta isso. Não precisa expressá-lo com palavras, desde que o sinta. Veja o que flui de você para o outro e perceba como se sente neste momento. Você fica mais energizado devido a essa doação ou sente-se vazio e exausto? Doar lhe é inspirador, ou você fica esgotado por causa disso? Guarde esse primeiro sentimento.

Depois de olhar para o que você dá para o outro, observe a interação inversa. O que você recebe do outro? Acolha o primeiro sentimento que vier a você. O que você recebe lhe parece bom? Faz com que seu coração se abra mais? Você se sente mais feliz consigo mesmo como resultado daquilo que recebe? A essência de um relacionamento curativo é que o outro lhe dá algo que cria alegria no seu coração.

Finalmente, existe outro sinal de um relacionamento destrutivo. A partir do seu plexo solar – um ponto perto do seu estômago – sinta um “cordão” de energia que o conecta com o outro. Se você for sensível, talvez possa experienciar esse cordão.

O que você está procurando é o sentimento de que precisa possuir o outro, é a sensação de pânico diante do pensamento de que o outro não esteja mais aqui, de que alguém puxa esse cordão. Se sentir isto, então esse é essencialmente um cordão umbilical energético que o conecta com o outro e lhe dá a sensação de que você precisa dele.

“Não posso viver sem ele!”

Este sentimento de pânico mostra que você não funciona independentemente, ou pelo menos, que pensa que não é capaz de fazer nada sem o outro, e tal dependência pode levar a um relacionamento destrutivo.

Num relacionamento curador, é natural sentir falta do outro se, de algum modo, vocês estiverem separados. É natural apreciar e, portanto, desejar a companhia do outro. Você pode desejar o outro, mas não necessita do outro.

Mas, num relacionamento destrutivo, existe algo maligno em ação. Existe um sentimento de que você não funciona ou não pode viver sem o outro, que você depende dele para o seu bem-estar – talvez para a sua própria vida! – e isto o enfraquece substancialmente. Existe um medo profundo de uma possível rejeição por parte do outro, e isto faz com que você se sinta pequeno e reprimido, e todo o relacionamento perde aquela alegre amplidão e liberdade que possuía no início.

Tente sentir essas coisas por si mesmo, calmamente, a seu próprio modo.

E não tenha medo de abrir espaço no relacionamento para se permitir sentir este tipo de coisa.

Porque uma vez que você e seu parceiro se encontrem numa espiral negativa do relacionamento, muitas vezes é necessário que se distanciem um do outro, física e emocionalmente, de modo a perceberem onde cada um se encontra. Numa hora dessas, geralmente não é útil tentar conversar para resolver as coisas.

Primeiro é necessário que seus campos de energia se libertem um do outro a fim de ganhar espaço para voltar ao centro do seu cristal-coração. Leve sua consciência para dentro desse cristal-coração, que é a sua essência. Não dependa dos outros para experienciá-lo; ele está aí para você – sempre. É o sussurro de Deus que você pode ouvir no silêncio.

Sinta, então, como esses raios luminosos, cristalinos, se irradiam para a sua criança interna, que ainda sofre de dor e que ainda está buscando aceitação, amor e segurança fora de si mesma. Deixe seus raios de luz se derramarem sobre essa criança, e poderá literalmente ver que a luz do cristal parece ancorar-se, fluindo cada vez mais profundamente através do seu ventre e pernas para dentro da Terra.

Esta é a sua luz, a Luz exclusiva da sua Alma!

Você está aqui para vivenciar essa Luz em um corpo na Terra.

Sua Luz particular é única, é a sua Luz Angelical, e se você se mantiver conectado com ela, atrairá relacionamentos de cura para a sua vida.

Você não tem nenhuma “necessidade” de outra pessoa. E também não tem nenhuma necessidade de transformar o outro em algo “perfeito”, em alguém que finalmente o enxergue sob a perspectiva que você deseja, e que o compreenda e acolha incondicionalmente, do jeito que você quer que ele o faça.

Aceitação e amor incondicionais devem ser encontrados no seu próprio coração – de você para você. Não sobrecarregue o outro com esse dever. Esse amor absoluto é algo entre você e seu Eu.

Este só pode ser dado para você mesmo, e quando o doar, você se transformará numa fonte de amor pelos outros, porque, então, terá se tornado completamente sincero consigo mesmo e fiel a si mesmo. Você se ama, incluindo sua parte sombria – aquela criança no seu interior que às vezes luta e é atormentada.

Quando você ama a si próprio, é mais fácil enxergar a outra pessoa numa perspectiva verdadeira. Você não tem mais que encarar tão pessoalmente as coisas às vezes ofensivas ou perturbadoras que o outro às vezes fala. As ações e reações dele pertencem a ele, e fica mais fácil não reagir tão emocionalmente a elas.

O outro já não é mais responsável pela salvação da sua alma – você é.

Você é o mestre do seu mundo, da sua realidade.

Todos vocês estão neste caminho da autocompreensão, e cada um já está tocando outras pessoas com seu cristal-coração; está oferecendo centelhas de amor e esperança para eles. Eu lhes agradeço por virem à Terra nesta época, neste período de mudança e transição. Estou com vocês e me importo profundamente com vocês.

Vocês são meus irmãos e irmãs e eu os amo.

© Pamela Kribbe

www.jeshua.net

Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

www.jeshua.net/por

Grata Vera!

LUZ!

STELA

Encontro de almas gêmeas

26/01/2013

Olá amigos!
Quero dividir com vocês uma experiência maravilhosa que
tive.
Era um lindo entardecer em uma cidade do litoral sul de São Paulo onde
temos casa. Eu estava sentada numa montanha olhando o mar, e comecei a indagar
ao Universo o que era ser parte do Um, afinal, as mensagens geralmente
finalizavam com: TODOS SOMOS UM… o que seria, concretamente,
isso?

Então, senti aquela paralisia que antecede as minhas comunicações
com Eles e foi se formando em minha mente o símbolo do Infinito, que é um 8
deitado; conforme este símbolo foi se delineando, eu ia cada vez mais fortemente
sentindo-me parte do Todo. Jamais conseguiria expressar em palavras o que é esta
sensação! Eu estava em um estado de consciência alterado de tal modo que apenas
o silêncio se aproximaria do que vivenciei… um silêncio pleno, alegre e
sábio…

De repente, daquele símbolo, começou a se formar uma bolha
gigante que respirava; ela como que inspirava e ao expirar, soltava muitas
bolinhas menores que iam se espalhando pelo Cosmo, até que se subdividiam. Junto
com esta imagem eu ia sentindo a mensagem (é assim que normalmente canalizo), a
qual reproduzo a seguir:

As novas gerações da Terra, virão com o código genético alterado. Na
verdade são 12 os filamentos no DNA e apenas 2 estão sendo utilizados. É como se
os outros 10 estivessem adormecidos e agora começassem a ser ativados. A falha
genética se instalou desde a queda do homem, ou a primeira raça Adâmica, dando
origem à bipolaridade.

No futuro, vocês serão seres andróginos, pois esta
é uma característica dos seres evoluídos. A Raça Dourada, que será a próxima
geração a habitar a Terra, trará em si os princípios Alfa e Ômega equilibrados e
integrados.
Quando é necessário que uma missão cósmica se realize, a fonte
libera bolhas de Luz. São almas completas: 50% femininas ou Alfa e 50%
masculinas ou Ômega. Houve uma época em que essas essências resolveram
experienciar a tridimensionalidade, então as bolhas de Luz foram enviadas para a
Terra e o véu do esquecimento desceu sobre elas, que se esqueceram de quem
realmente eram… Ao chegarem à Terra esses seres de Luz eram andróginos até a
queda do homem que bipolarizou estas consciências.

Adão, na verdade era
um protótipo: Adan Kadmon ou raça Adâmica, que foi utilizado para que seres de
outros sistemas pudessem povoar a Terra. Essa bipolaridade foi necessária para a
evolução, possibilitando maior percepção dos sentidos, e para experimentar
sentimentos que não conheciam, próprios da terceira dimensão tais como: paixão,
ciúme, dor, solidão, ódio, ambição, etc. Para isto, pagaram um preço: o
esquecimento de suas origens cósmicas.

Cada uma dessas bolhas de Luz se
subdividiu em mais onze, totalizando doze que também se subdividiram em duas
cada uma: macho e fêmea. Esta bolha maior é a Mônada. Assim, cada uma tem 24
subdivisões:12 machos e 12 fêmeas. Cada casal que se separou forma almas gêmeas
e os correlatos são as chamas gêmeas.
Raríssimas são as almas gêmeas que
encarnam no planeta ao mesmo tempo ou que estejam no mesmo grau evolutivo.
Quando isto ocorre é porque elas têm uma missão especial de ancorar energia para
uma Nova Era.

O Homem acresce o masculino na mulher e a mulher o feminino
no homem, num equilíbrio perfeito (Yin/Yang).
Neste estágio eles se tornam UM
a Serviço do Todo, Fonte Geradora Alfa e Ômega.

O caminho para esses
seres parecerá mais solitário, mas, portadores de uma ativação consciencial
maior, saberão optar, encontrando seus pares pela vibração, afinal, só os iguais
se reconhecem… Cada célula de seus corpos possui seu Sol Central que é a
energia de Cristo.
Seu grande desafio é transmutar seus corpos carnais em
matéria de Luz: a Presença EU SOU. Ela é representada em seus corpos físicos e
astrais como uma pirâmide de luz dourada no seu 9° chakra que fica acima de
vossas cabeças. Sintonizem esta energia pois ela fará a ancoragem da vinda do
Messias Coletivo. Contamos com vocês.

Fiquem em paz. TODOS SOMOS
UM.
Lenira, membro do Comando Ashtar.
Canalizado por Vera Helena
Tanze

O encontro das almas gêmeas
acontece muito antes do que no plano físico.
Primeiro é o IDEAL ESPIRITUAL ou
seja missão. Nesse estágio, juntas, as almas gêmeas tem um desenvolvimento que
jamais conseguiriam estando separadas. Há uma imensa felicidade e se brigam ou
se separam, parecem decair ou chegam mesmo a perder a razão da vida.
Segundo
estágio é o IDEAL INTELECTUAL. Nesse estágio as almas gêmeas tem os mesmos
ideais, gostam dos mesmos assuntos. Ambas querem obter uma elevação cultural e
intelectual.
O terceiro estágio é CONSCIÊNCIA E INTERESSE. Nesse estágio, não
há lamentações, pois sabem que são como um todo, um único e perfeito. O estado
de ânimo reflete como um espelho no outro. A doença de um entristece o outro.
Aqui é onde o sentimento enobrece, e esse estágio geralmente acaba quando um dos
parceiros falecem.
O quarto estágio SIMPATIA. Elas se atraem geralmente
quando são bem humoradase tem uma vida sempre ativa. Aqui não há sentimento de
raiva, de ódio, de rancor. Nesse estágio, as almas gêmeas por estarem unidas por
uma consciência superior,não existe, a necessidade de palavras de baixo
calão.
O quinto estágio DESEJO. Aqui, as almas gêmeas, homem e mulher, se
entregam a paixão, à procura. Existe a consciência de diálogo a fio, respeito e
planos para o futuro.
O sexto estágio é o FÍSICO. É o período do contato, do
abraço,dos beijos, dos carinhos, do ato sexual, é onde tudo se torna mais
intenso, é onde há a libertação kármica (êxtase sexual). É a evolução dos dois.
Esses são os estágios das Almas Gêmeas.
A procura das Almas Gêmeas são
intuitivas, são desejos puros.
Quando há esse encontro, não existe
quotidiano, regras, ou sentimentos mais puros. Há uma harmonia de espírito,
intelecto, desejos, conquistas.

Os encontros das Almas Gêmeas, não como
regra, mas sim pelos elementais, têm seus
encontros:

Signos de
TERRA como Virgem, Capricórnio e Touro, encontrarão
seu par em ambiente de trabalho.
Os de elemento FOGO como Áries, Leão e Sagitário, vão ao encontro de sua
alma gêmea, em variados lugares. E, quando se acham, geralmente brigam com a
pessoa, não simpatizam à primeira vista e discordam dos assuntos que discutem.

Nos elementos de ÁGUA como Escorpião, Peixes e
Câncer, tem maiores facilidades em encontros familiares.
Os elementos de
AR, como Gêmeos, Libra e Aquário, podem se conhecer
através da comunicação, telefonemas, correspondências, amigos.

Tudo isso dito acima, deve
ser analisado através da Astrologia, aqui é apenas uma probabilidade.
Mais
adiante, iremos abordar sobre esse assunto.

Jamais se esqueçam que a
atração das almas gêmeas se dão pelo fato de terem o mesmo magnetismo, as mesmas
qualidades espirituais e possivelmente emocionais.

Para os alquimistas, a Alma
é o próprio Graal, a taça que Maria Madalena e José de Arimatéia tinham em mãos
durante a crucificação de cristo.
Dizem que quem encontrar o Graal terá todas
as recompensas universais e obterá o Elixir da juventude. O Graal jamais será
encontrado, pois é a nossa alma e o coração de todos igualmente com vontades de
alegrias e satisfações, desejos de verdade e felicidade.
Um dia, alguém me
disse: “Você está assistindo muita novela!”, pelo fato de sempre tentar obter a
compreensão e a união das pessoas. Parei e não respondi, pois a resposta foi
enviada através de gestos e carinhos. Eu poderia ter dito que não assisto
novelas, mas talvez, a compreensão desta, não seria tão clara quanto a minha
atitude.
Por essa razão, faça com que seu companheiro lhe conheça, fale sobre
seus problemas, suas lembranças, seus medos, suas paixões, emoções, ideais,
aprenda, ensine…a vida se tornará mais dócil, mais amena. Não coloque regras e
nem muita disciplina, na verdade qualquer bom relacionamento deve-se ao respeito
de personalidade.

Alma é sinônimo de Vida.
Quando estiver apto a fazer essa pergunta, faça a si mesmo: “Por quem ou por que
você daria a sua vida, ou passaria longas horas trabalhando
prazerosamente?”
Essa é uma pergunta delicada, mas veja se essa essoa faria o
mesmo pela sua alma. É uma maneira sutil de encontrar a resposta certa, ela é ou
não a minha alma gêmea? Mas, para se obter essa resposta, sinta a pesonalidade
da pessoa, sinta o espírito, os desejos, os anseios dessa pessoa.
Russ
Michael, autor do livro Como encontrar sua Alma Gêmea, diz : O
conhecimento de
certas leis pode ser utilizado para acelerar o encontro
físico com sua Alma Gêmea. A seguinte lei é básica e muito importante, podendo
ser utilizada por qualquer um: a energia acompanha o pensamento. Se você não se
importa se sua alma gêmea vai aparecer ou não, a própria frieza de sua atitude a
mantém afastada, conservando-a a uma distância segura.“.
Concluindo, é
necessário que você vá a luta. Não espere que orações dos outros façam
isso por você. Sua própria energia resulta e concretiza os seus desejos. Você
trabalhando nisso, estará gerando Energia, e consequentemente Luz e Calor.

Uma vez me perguntaram por
que homens de negócios são na realidade tão sozinhos? E o mais engraçado nisso,
é que essa pergunta foi feito por um homem. Eu, pelas pesquisas feitas, cheguei
a conclusão de que as pessoas de negócios estão em um estágio de materialismo
tão intenso, que esquecem de cuidar da alma. Elas compram seus desejos, usam de
seus poderes para concretizarem suas emoções, mas com solidão. Chegam a ter
depressões tão profundas que se entregam ao trabalho como se fossem tudo na
vida. Procuram desesperadamente o aconchego, mas se recentem de que essa ou esse
esteja com ele por interesse.
Uma outra conclusão sobre esse assunto, é que
todo homem de negócio não tem tempo, ou tem medo de um relacionamento, pois todo
relacionamento é uma doação. É muito provável que esses homens sejam solitários
em seu íntimo e se perguntam o tempo todo onde estará sua Alma Gêmea? E eu,
responderia numa simples e singela frase: “O homem que conhece a si mesmo, obtém
o Elixir da Vida”. Se Alma é sinônimo de Vida, então se dê tempo do
auto-conhecimento, pois sua Alma Gêmea está a sua espera e você não a senti por
falta de espaço no seu íntimo.

Almas Companheiras: São gêmeos, ou amigos cada um com sua personalidade, tem geralmente intuições com relação ao irmão. São pessoas geralmente que em vidas passadas foram amigas e retornaram como tais. As almas amigas, são aquelas que estão tão próximas a nós que chegamos a dizer “meu irmão”. São pessoas tão unidas que chegam até sentir mesmos sentimentos com relação a vida. São companheiros, são sentinelas, nos ajudam nos amam do jeito que somos. Não tentam consertar o modo de vida do outro, mas sim ajudar a resolver seus conflitos mais íntimos. São os verdadeiros amigos. Não foram almas gêmeas no passado, são amigos.

Por Vera Helena Tanze

É possível que,
duas pessoas que quando iniciam um relacionamento via Internet finalmente se
encontrem pessoalmente, pois o físico se torna secundário, sendo até mais
verdadeiro, pois se torna mais fácil e menos inibido o conhecimento entre elas,
para o amor não há limites, mas sim a coragem e ousadia.

 

BIBLIOGRAFIA:
O tarô dos Anjos autor:
Kinberly Marroney
Almas Gêmeas autor: Monica Buonfiglio
Las estrejjas
fijas y las constelacionés autor: Silvia

Com agradecimento a Bethinha

O Comando Ashtar faz revelações sobre a nova era na Terra

13/03/2012

Olá amigos!
Quero dividir com vocês uma experiência maravilhosa que
tive.
Era um lindo entardecer em uma cidade do litoral sul de São Paulo onde
temos casa. Eu estava sentada numa montanha olhando o mar, e comecei a indagar
ao Universo o que era ser parte do Um, afinal, as mensagens geralmente
finalizavam com: TODOS SOMOS UM… o que seria, concretamente,
isso?

Então, senti aquela paralisia que antecede as minhas comunicações
com Eles e foi se formando em minha mente o símbolo do Infinito, que é um 8
deitado; conforme este símbolo foi se delineando, eu ia cada vez mais fortemente
sentindo-me parte do Todo. Jamais conseguiria expressar em palavras o que é esta
sensação! Eu estava em um estado de consciência alterado de tal modo que apenas
o silêncio se aproximaria do que vivenciei… um silêncio pleno, alegre e
sábio…

De repente, daquele símbolo, começou a se formar uma bolha
gigante que respirava; ela como que inspirava e ao expirar, soltava muitas
bolinhas menores que iam se espalhando pelo Cosmo, até que se subdividiam. Junto
com esta imagem eu ia sentindo a mensagem (é assim que normalmente canalizo), a
qual reproduzo a seguir:

As novas gerações da Terra, virão com o código genético alterado. Na
verdade são 12 os filamentos no DNA e apenas 2 estão sendo utilizados. É como se
os outros 10 estivessem adormecidos e agora começassem a ser ativados. A falha
genética se instalou desde a queda do homem, ou a primeira raça Adâmica, dando
origem à bipolaridade.

No futuro, vocês serão seres andróginos, pois esta
é uma característica dos seres evoluídos. A Raça Dourada, que será a próxima
geração a habitar a Terra, trará em si os princípios Alfa e Ômega equilibrados e
integrados.
Quando é necessário que uma missão cósmica se realize, a fonte
libera bolhas de Luz. São almas completas: 50% femininas ou Alfa e 50%
masculinas ou Ômega. Houve uma época em que essas essências resolveram
experienciar a tridimensionalidade, então as bolhas de Luz foram enviadas para a
Terra e o véu do esquecimento desceu sobre elas, que se esqueceram de quem
realmente eram… Ao chegarem à Terra esses seres de Luz eram andróginos até a
queda do homem que bipolarizou estas consciências.

Adão, na verdade era
um protótipo: Adan Kadmon ou raça Adâmica, que foi utilizado para que seres de
outros sistemas pudessem povoar a Terra. Essa bipolaridade foi necessária para a
evolução, possibilitando maior percepção dos sentidos, e para experimentar
sentimentos que não conheciam, próprios da terceira dimensão tais como: paixão,
ciúme, dor, solidão, ódio, ambição, etc. Para isto, pagaram um preço: o
esquecimento de suas origens cósmicas.

Cada uma dessas bolhas de Luz se
subdividiu em mais onze, totalizando doze que também se subdividiram em duas
cada uma: macho e fêmea. Esta bolha maior é a Mônada. Assim, cada uma tem 24
subdivisões:12 machos e 12 fêmeas. Cada casal que se separou forma almas gêmeas
e os correlatos são as chamas gêmeas.
Raríssimas são as almas gêmeas que
encarnam no planeta ao mesmo tempo ou que estejam no mesmo grau evolutivo.
Quando isto ocorre é porque elas têm uma missão especial de ancorar energia para
uma Nova Era.

O Homem acresce o masculino na mulher e a mulher o feminino
no homem, num equilíbrio perfeito (Yin/Yang).
Neste estágio eles se tornam UM
a Serviço do Todo, Fonte Geradora Alfa e Ômega.

O caminho para esses
seres parecerá mais solitário, mas, portadores de uma ativação consciencial
maior, saberão optar, encontrando seus pares pela vibração, afinal, só os iguais
se reconhecem… Cada célula de seus corpos possui seu Sol Central que é a
energia de Cristo.
Seu grande desafio é transmutar seus corpos carnais em
matéria de Luz: a Presença EU SOU. Ela é representada em seus corpos físicos e
astrais como uma pirâmide de luz dourada no seu 9° chakra que fica acima de
vossas cabeças. Sintonizem esta energia pois ela fará a ancoragem da vinda do
Messias Coletivo. Contamos com vocês.

Fiquem em paz. TODOS SOMOS
UM.
Lenira, membro do Comando Ashtar.
Canalizado por Vera Helena Tanze

A Teoria das Almas Gêmeas, de Emmanuel

05/11/2011

Será uma verdade a teoria das almas gêmeas?

No sagrado mistério da vida, cada coração possui no Infinito a alma gêmea da sua, companheira divina para a viagem à gloriosa imortalidade.

Criadas umas para as outras, as almas gêmeas se buscam, sempre que separadas. A união perene é-lhes a aspiração suprema e indefinível. Milhares de seres, se transviados no crime ou na inconsciência, experimentaram a separação das almas que os sustentam, como a provação mais ríspida e dolorosa, e, no drama das existências mais obscuras, vemos sempre a atração eterna das almas que se amam mais intimamente, envolvendo umas para as outras num turbilhão de ansiedades angustiosas; atração que é superior a todas as expressões convencionais da vida terrestre. Quando se encontram no acervo real para os seus corações – a da ventura de sua união pela qual não trocariam todos os impérios do mundo, e a única amargura que lhes empana a alegria é a perspectiva de uma nova separação pela morte, perspectiva essa que a luz da Nova Revelação veio dissipar, descerrando para todos os espíritos, amantes do bem e da verdade, os horizontes eternos da vida.

A atração das almas gêmeas é traço característico de todos os planos de luta na Terra?

O Universo é o plano infinito que o pensamento divino povoou de ilimitadas e intraduzíveis belezas. Para todos nós, o primeiro instante da criação do ser está mergulhado num suave mistério, assim como também a atração profunda e inexplicável que arrasta uma alma para outra, no instituto dos trabalhos, das experiências e das provas, no caminho infinito do Tempo.

A ligação das almas gêmeas repousa, para o nosso conhecimento relativo, nos desígnios divinos, insondáveis na sua sagrada origem, constituindo a fonte vital do interesse das criaturas para as edificações da vida. Separadas ou unidas nas experiências do mundo, as almas irmãs caminham, ansiosas, pela união e pela harmonia supremas, até que se integrem, no plano espiritual, onde se reúnem para sempre na mais sublime expressão de amor divino, finalidades profundas de todas as cogitações do ser, no Dédalo do destino.

A união das almas gêmeas pode constituir restrição ao amor universal?

O amor das almas gêmeas não pode efetuar semelhante restrição, porquanto, atingida a culminância evolutiva, todas as expressões afetivas se irmanam na conquista do amor divino. O amor das almas gêmeas, em suma, é aquele que o Espírito, um dia, sentirá pela Humanidade inteira.

Perante a teoria das almas gêmeas, como esclarecer a situação dos viúvos que procuram, novas uniões matrimoniais, alegando a felicidade encontrada no lar primitivo?

Não devemos esquecer que a Terra ainda é uma escola de lutas regeneradoras ou expiatórias, onde o homem pode consorciar-se várias vezes, sem que a sua união matrimonial se efetue com a alma gêmea da sua, muitas vezes distante da esfera material.A criatura transviada, até que se espiritualize para a compreensão desses laços sublimes, está submetida, no mapa de suas provações, a tais experiências, por vezes pesadas e dolorosas. A situação de inquietude e subversão de valores na alma humana justifica essa provação terrestre, caracterizada pela distância dos Espíritos amados, que se encontram num plano de compreensão superior, os quais, longe de desdenharem as boas experiências dos companheiros de seus afetos, buscam facultar-lhes com a máxima dedicação, de modo a facilitar o seu avanço direto às mais elevadas conquistas espirituais.Os Espíritos evoluídos, pelo fato de deixarem algum amado na Terra, ficam ligados ao planeta pelos laços da saudade?

Os espíritos superiores não ficam propriamente ligados ao orbe terreno, mas não perdem o interesse afetivo pelos seres amados que deixaram no mundo, pelos quais trabalham com ardor, impulsionando-os na estrada das lutas redentoras, em busca das culminâncias da perfeição.

A saudade, nessas almas santificadas e puras, é muito mais sublime e mais forte, por nascer de uma sensibilidade superior, salientando-se que, convertida num interesse divino, opera as grandes abnegações do Céu, que seguem os passos vacilantes do Espírito encarnado, através de sua peregrinação expiatória ou redentora na face da Terra.

Somente pela prece a alma encarnada pode auxiliar um Espírito bem-amado que a antecedeu na jornada do túmulo?

A oração coopera eficazmente em favor do que partiu, muitas vezes com o espírito emaranhado na rede das ilusões da existência material. Todavia, o coração amigo que ficou aí no mundo, pela vibração silenciosa e pelo desejo perseverante de ser útil ao companheiro que o precedeu na sepultura, para os movimentos da vida, nos momentos de repouso do corpo, em que a alma evoluída pode gozar de relativa liberdade, pode encontrar o Espírito sofredor ou errante do amigo desencarnado, despertar-lhe à vontade no cumprimento do dever, bem como orienta-lo sobre a sua realidade nova, sem que a sua memória corporal registre o acontecimento na vigília comum. Daí nasce à afirmativa de que somente o amor pode atravessar o abismo da morte.

 

Emmanuel (“O Consolador” – 322 a 330 – Chico Xavier)

Filme Amor Além da Vida

27/07/2011

Querido Leitor,

Você acredita que, quando amamos uma pessoa, nem a morte pode afastar-nos dela?

Assista a este vídeo com o resumo deste filme lindo, que fala do reencontro no astral de almas companheiras.

E, em breve, aqui no Terra, vamos tratar delas: as almas gêmeas e as almas companheiras

                       Fonte: Youtube

Almas gêmeas e a regressão às vidas passadas

02/06/2011
 
Mensagem do Arcanjo Miguel
Fonte: Youtube
 
Meus caros, uma das maiores dádivas da Quinta Dimensão serão os alegres e amorosos relacionamentos que vocês criarão e usufruirão como seres despertos. Quando vocês despertarem para o seu poder e abrirem os seus corações, então criarão os mais belos e amorosos relacionamentos de almas-gêmeas. Vocês não se fixarão em nada que não seja uma união de almas-gêmeas.

Muitos de vocês perguntam “Quem é a minha Alma-Gêmea?”, especialmente aqueles que ainda estão sós neste momento. E muitos encontram-se sós ou esperando para deixar um relacionamento que não mais funciona para eles. Este desconforto é porque estão sendo solicitados a deixar ir os relacionamentos de terceira dimensão e a mudarem-se completamente para as uniões de quinta dimensão.

Nós dizemos a vocês que sua alma-gêmea não é nenhuma pessoa em particular. Frequentemente existem muitas pessoas que poderiam oferecer padrões de alma compatíveis com vocês. Neste momento de transformação e “atualização”, pode ser oferecida a vocês mais de uma oportunidade de formarem uma ligação de alma-gêmea.

A chave é a compatibilidade de alma. Isto é uma compatibilidade energética nas Dimensões Superiores. As pessoas que formam uma ligação de alma-gêmea terão almas cujas harmonicas de luz e som combinam o suficiente para haver o potencial para que as duas almas se fundam completamente e formem uma União de Chama Gêmea.

Esta compatibilidade harmônica é sentida como uma profunda atração magnética e harmonia. Vocês saberão quando encontrarem um potencial parceiro de alma-gêmea. Sua alma saberá, e o reconhecimento da alma e do Eu Superior vos será repassado imediatamente. No estado desperto de Quinta-Dimensão, a experiência das suas almas e as suas escolhas serão sentidas por vocês como suas próprias escolhas e experiências pois, de fato, todo o objetivo da transformação para a Quinta Dimensão foi para que alinhassem os seus aspectos físicos com os seus aspectos superiores.

Mas o que vos diremos é que as suas almas escolhem um par por uma razão, e esta razão é servir um bem maior. Uniões de almas não são definidas pelo ego. Elas não são para a felicidade pessoal do ego, mas sobre como a energia das duas almas podem ser combinadas para servirem ao bem maior. E neste aspecto de serviço é encontrada a felicidade e a alegria que une os dois no plano material e forma a fundação para a felicidade no mundo físico.

No passado, uma união de alma-gêmea podia ser formada para fazer intenso trabalho interno. Nem todas as uniões de almas-gêmeas eram felizes, pois o trabalho das duas almas pode ter envolvido o esclarecimento de profundos padrões disfuncionais que fossem comuns a ambos. Mas esse processo foi concluído e completado. Deste ponto em diante, uniões de almas-gêmeas são sobre a criação de alegria e felicidade através do serviço. As uniões da Nova Terra serão para servir o planeta num estado de harmonia jubilosa onde os dois tornam-se um em seu comprometimento com seu trabalho como seres de luz no planeta. Isto não significa que precisarão trabalhar juntos fisicamente, mas que suas almas e energias darão apoio uma a outra nos níveis superiores para o bem comum.

Trazendo para o Físico um Relacionamento de Almas-Gêmeas : O Papel do Sexo Sagrado
Quando um relacionamento é estabelecido pelos princípios da alma, a idéia do serviço e da espiritualidade é conduzida através do reino físico ou reino de manifestação. A união física do casal é vista como um ato sagrado no qual as energias do masculino e feminino, ou yin e yang, são trazidas para uma harmonia amorosa e de êxtase.

Isto significa que numa união de alma-gêmea, deverá haver uma decisão sobre que tipo de energia será ativada por cada parceiro na relação. Idealmente, o homem ativará a energia Yang do Divino Masculino, ou Deus, e a mulher ativará a energia do Divino Feminino ou Deusa. Sua união será então uma harmônica equilibrada do Yin e do Yang.

Contudo, poderão haver também relacionamentos onde a mulher escolherá ser a energia yang, e o homem solicitará a energia feminina ou Yin. Em uniões homossexuais ou lésbicas, os parceiros deverão decidir quem ativará uma energia em particular a fim de criar a união das energias Yin e Yang que criarão o caminho para as Dimensões Superiores.

A dificuldade que muitos de vocês estão tendo é a de ajustarem-se a estes novos papéis. O parceiro que escolher a energia Feminina precisará render-se à liderança ativa do parceiro que assumir a energia masculina. Isto não é dominação ou controle, mas um ajuste necessário para permitir o fluxo da energia harmônica equilibrada dos Níveis Superiores que cria milagres entre as duas pessoas. Quando o Feminino rende-se à liderança ativa do Masculino, a Ordem Divina é estabelecida. A Graça Divina pode então fluir. Mas, este é um ato de rendição mútua, pois o parceiro masculino precisa render-se ao amor do parceiro feminino, e em troca ambos os parceiros rendem sua vontade à orientação superior.

No presente, muitos de vocês estão resistindo a estes ajustes, porque a vossa experiência tridimensional os levou a resistirem ao que entendem como dominação ou controle, ou manipulação e coerção. Mas, além da disfunção das mentiras tridimensionais encontra-se o reino de equilíbrio e harmonia da quinta-dimensão, onde o masculino e feminino existem em perfeita harmonia e como iguais perfeitos. não há medo ou raiva neste lugar de equilíbrio, apenas aceitação e amor.

Este equilíbrio perfeito vai se refletir nas uniões sexuais do casal. Na Nova Terra, o sexo e a sexualidade serão baseadas no espírito e serão prazeirosas e alegres. Os velhos padrões de abuso e domínio desaparecerão. Os casais aprenderão sobre a energia ou chi em relação aos seus corpos e à sua sexualidade. Aprenderão como usar o sexo não apenas como ferramenta de procriação ou expressão de amor, mas também como uma forma de permanecerem jovens e saudáveis. Os antigos segredos da alquimia sexual tornar-se-ão novamente de conhecimento comum e serão praticados como Sexo Sagrado, o que se tornará parte das uniões de almas-gêmeas.

Abrindo o Caminho para o Espírito e Uniões de Chamas-Gêmeas
Quando um casal de almas-gêmeas unirem-se nesta ligação de corpo e alma, começarão a misturar as suas energias da alma. A prática do sexo sagrado lhes permitirá vivenciarem a alegria extática do retorno à Unidade como uma experiência física.

Esta união e mistura de energias do corpo e da alma criarão um vortex espiral ou caminho para o reino do Espírito e da Fonte. Esta energia será então drenada dos Planos Superiores para ativar e energizar as almas e corpos dos dois parceiros. No mundo antigo, os rituais do casamento sagrado e sexo sagrado eram praticados por sacerdotes e sacerdotisas para assegurar o fluxo de Graça Divina para a comunidade mantendo o equilíbrio do microcosmo em perfeita ordem. Na Nova Terra, todos os casais unidos pela alma terão a oportunidade de entrarem em “casamentos sagrados” onde aprenderão a unirem as suas energias e trazerem o fluxo da Graça Divina ao Planeta.

Quando a Graça fluir através de um casal de almas-gêmeas desta forma, eles terão acesso às mais altas expressões de Divino Amor Incondicional. e poderão tornar-se Chamas-Gêmeas. Tornar-se-ão um na energia da Fonte ou Espírito. Seu amor um pelo outro inclui e é refletido pelo Amor Incondicional da Essencia Divina. Eles serão então, verdadeiramente, o Deus e Deusa unidos no serviço da Chama do Divino Amor Incondicional e as suas manifestações no Planeta Terra. E, repetimos, isto está disponível para todos que formarem uniões de almas-gêmeas na Nova Terra de Quinta-Dimensão. Esta é uma dádiva de grande alegria para a qual vocês todos trabalharam por muitas vidas de dualidade. É a dádiva de Consciência da Unidade em prática.

Amor Incondicional, Sexo e Espírito : Uma Antiga História Egípcia
Meus caros, ao retornar ao Planeta a sabedoria dos antigos, vocês apreciarão novamente as histórias de sabedoria dos Deuses e Deusas. Trazemos à sua atenção uma bela história de sabedoria do antigo Egito. Para demonstrar o seu entendimento da importância do sexo sagrado ao serviço da harmônica sagrada do equilíbrio, eles contaram a história de Geb e Nut.

Nut era a mãe do céu, a Cósmica ou Galática Deusa Mãe. Geb era o Pai da Terra, e representava o Planeta Terra, que era visto como um homem (uma identificação que novamente começará a se tornar evidente na Nova Terra quando os homens reassumirem o seu papel xamanico ativo). Nesta história, Nut e Geb, ou Terra e Céu, juntavam-se diariamente em união sexual. Desta união, Nut dava a luz ao sol a cada dia, o que trouxe luz a tudo. Portanto, entendia-se que o sexo sagrado trazia luz ao Planeta. Isto cria o equilíbrio sagrado que permite a Graça Divina fluir. E quando a Graça Divina flui, os milagres são criados!

Portanto, meus caros, ao assumirem os papéis do Deus e da Deusa que é o seu direito como anjos humanos, vocês também será conduzidos, pelo espírito, a parceiros de alma-gêmea potenciais. Se assim o escolherem, poderão então entrarem num casamento sagrado que será parte de seu serviço de trazer luz para o planeta. É a dádiva de alegria que é oferecida a todos Anjos Humanos de Quinta-Dimensão!

através de Celia Fenn

Mas será que podemos ser felizes na Terra com almas companheiras, estando nossas almas gêmeas desencarnadas?

Vazio interior, angústia, sensação de solidão, insatisfação, frustração, melancolia, tristeza, estas e outras queixas são as mais comuns que refletem o grau de insatisfação e infelicidade de homens e mulheres que vêm ao meu consultório em busca de seu verdadeiro amor.
É grande o número de pacientes que estão em constante busca de sua felicidade amorosa. Mas por quê?

Ao passarem pela TRE(Terapia Regressiva Evolutiva) – A Terapia do Mentor espiritual(ser desencarnado de elevada evolução espiritual, responsável diretamente pelo nosso aprimoramento espiritual)seus mentores espirituais lhes revelam que o vazio interior e sua insatisfação vêm do fato de estarem separados de suas almas gêmeas.

Ao reencarnarem, muitos pacientes se separaram de suas almas gêmeas -que ficaram no plano espiritual- para aprenderem algo, melhorarem como pessoas, mas seus mentores espirituais lhes orientam nessa terapia que essa separação temporária não significa que não possam ser felizes com outra pessoa. Podem e devem buscar serem felizes, pois a permanência na Terra é muito curta.

Não obstante,lamentavelmente, muitos homens e mulheres levam uma vida cheia de limitações, frustrações e angústias por não encontrarem seu verdadeiro amor. Muitos ainda buscam preencher esse vazio interior com drogas, bebidas, jogos, comer compulsivamente, ou procuram trabalhar em excesso(workaholic).

Veja a seguir, o caso de um paciente que veio ao meu consultório por sentir um vazio interior por não conseguir gostar verdadeiramente de nenhuma mulher. Apesar de ser uma pessoa bem-sucedida em sua profissão, ter uma boa casa, um bom emprego, não era feliz.

Caso Clínico:
Não consigo gostar verdadeiramente de nenhuma mulher
Homem de 34 anos, solteiro.

O paciente veio ao meu consultório e me relatou na entrevista de avaliação: “Dr. Osvaldo, eu o procurei porque desde que me conheço por gente sinto um grande vazio. Por ser filho único e por sentir falta de um irmão, achava que esse vazio vinha desse fato.
No entanto, o tempo passou, mas o vazio perdura e, hoje, com 34 anos, sou formado, trabalho na minha área onde sou bem-sucedido, enfim, tenho tudo que um cara precisa: boa casa, um bom emprego, gosto do que faço, sou muito bem remunerado, mas não consigo gostar verdadeiramente de uma mulher. Consigo tudo o que quero, no entanto,não fico feliz. Este mês, resolvi comprar um iate de cerca de 47 pés, até fiquei empolgado, mas quando o recebi dei uma volta e pronto: não senti mais nada. Quero saber, doutor Osvaldo, o porquê desse vazio e não conseguir amar uma mulher?

Após passar por duas sessões de regressão, na 3ª e última sessão, ele me relatou: – Vejo uma luz azulada… Acho que é um ser espiritual. Ele fala que é o meu mentor espiritual e diz que vai me mostrar uma vida passada… Vejo uma casa, um quintal, e três crianças brincando: são dois meninos e uma menina. São meus filhos… Agora vejo uma mulher, ela está estendendo roupas brancas em um varal. Ele diz que é a minha esposa dessa existência passada.(pausa).
O que mais você vê? – Pergunto ao paciente.

- Eu me aproximo e entro na casa. Ela é bonita, bem organizada e limpa. Sinto até o cheiro de comida! Sou médico, quando chego, os meus filhos vêm até mim, beijam-me e me abraçam. Que gostoso ver isso!
Vejo a mesa pronta para o jantar e a minha esposa, a Elisa; ela vem, me dá um beijo caloroso e diz que o jantar já está pronto.(pausa).
Ela é uma pessoa muito boa e caridosa, vive ajudando os outros. (pausa).
Agora a vejo muito doente, está acamada… Aconteceu muito rápido,de uma hora pra outra me vi sem minha Elisa, foi o fim de minha vida (paciente fala chorando muito).
Não consegui aceitar a sua morte, e me isolei de tudo e de todos, acabei caindo na bebedeira. Os meus filhos foram para a casa dos avós e, em pouco tempo, também desencarnei.(pausa).
Agora me vejo em espírito no plano espiritual. O meu mentor espiritual afirma que desisti de viver ao cair na bebida, após o falecimento de minha esposa e, por isso, iria demorar para encontrá-la.
Depois de um tempo nos encontramos aqui no astral,ela estava linda e maravilhosa como sempre. Falou que estava preocupada comigo e com nossos filhos, mas deu uma notícia que não me agradou em nada, disse que eu precisava voltar, reencarnar sem ela. Eu não acreditei, tinha sofrido tanto por ela ter ido embora de forma tão rápida me abandonando e, agora, me fala que eu terei que voltar sem ela? Isso é um absurdo!!! (paciente fala chorando).(pausa).
Dr. Osvaldo, estou vendo aqui no consultório um ser espiritual, uma silhueta de uma mulher… É ela, minha Elisa. Meu Deus, isso não está acontecendo… É você, Elisa?!

- Sim, meu amor, sou eu. Que bom que nos encontramos! Estou muito orgulhosa de você. Porém, precisa terminar o que começou, principalmente com relação aos nossos filhos. Você precisa casar e ter nossos filhos, eles precisam reencarnar.

- E quanto a nós? O que faço? Eu sinto um grande vazio, uma dor insuportável, minha vida não faz sentido sem você!

- Eu sei, meu querido, também sinto o mesmo que você; porém, precisamos cumprir o que nos predispomos a fazer no plano espiritual para que possamos ficar juntos de novo. Essa separação fará com que cresçamos e depois disso ficaremos juntos. Você precisa deixar-se apaixonar, é um homem bem-sucedido, bonito,que precisa ser amado e amar. Terá que casar, ter os nossos filhos, e a pessoa que você irá casar é uma boa moça…

- Mas ela não é minha alma gêmea!!!
- Não, meu querido, ela não é sua alma gêmea, mas muitos acabam se separando de suas almas para aprenderem algo, melhorarem como pessoas, e isso não quer dizer que não possam ser felizes. Podem e devem buscar serem felizes, pois a permanência na Terra é muito curta e muitos são os obstáculos. Mas em breve, meu querido, estaremos juntos.

- Não sei se consigo fazer uma mulher feliz…

- Conseguirá sim, claro que conseguirá! Estarei sempre com você, meu querido, ajudando-o. Mas precisa se abrir para a vida. Eu o amo e lembre-se: o amor liberta! Lembre-se também que depois desta vida não vamos nos separar mais, ficaremos juntos para sempre.

O paciente não parava de chorar, sentia uma mistura de alegria e tristeza… mas, aos poucos, acalmando-se entendeu que tinha uma missão a cumprir na vida atual e precisava fazer o melhor para poder reencontrá-la, e veio a entender também que apesar dessa moça que iria conhecer não ser sua alma gêmea, iria respeitá-la e fazer de tudo para sua família ser feliz.

Um ano após o tratamento, o paciente me mandou e-mail dizendo que estava noivo, e que já estava com o seu casamento marcado. E um detalhe importante: não sentia mais aquele vazio

 Fonte: Osvaldo Shimoda – Vidanova

EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Acessar

Meu perfil
Perfil de usuário Terra 2012 .
Receba newsletters

Seu e-mail

Leitores do Terra 2012 pelo mundo
Quem está Online
10 visitantes online agora
1 visitantes, 9 bots, 0 membros
Map of Visitors
Rádio Anjos de Luz

Com agradecimento à Fada San. Visite www.anjodeluz.net

Enquetes

QUE LIÇÃO O POVO BRASILEIRO PODE TIRAR DA COPA DO MUNDO?

View Results

Loading ... Loading ...
Escreva para a grande fraternidade branca

Grande Fraternidade Branca
Com agradecimento ao Espaço Hankarra. Visite hankarralynda.blogspot.com

Prezado Leitor, se você é uma pessoa solitária, quer desabafar ou deseja uma opinião fraterna e desinteressada sobre algum problema que o aflige, escreva-nos carta para o endereço informado no rodapé do site, ou, se preferir, mande e-mail para grandefraternidadebranca
@terra2012.com.br
.

Todas as correspondências serão respondidas no menor prazo possível.

arvore

Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE!