IFRAME Embed for Youtube

Fonte: Youtube

Um grande asteroide que voa quase na mesma órbita que a
Terra vai passar perto do planeta, mas não há chance de um impacto, pelo menos
por centenas de anos, disseram astrônomos nesta quarta-feira.

O asteroide, chamado Toutatis, passa pela Terra a cada quatro anos. Durante
sua aproximação máxima nesta quarta-feira, a pedra celeste vai passar a cerca de
7 milhões de quilômetros de distância da Terra, 18 vezes mais longe do que a
Lua.

“Não há perigo de colisão com a Terra”, afirmou o astrônomo da Nasa Lance
Benner em comunicado.

O asteroide de 4,3 quilômetros circula o Sol numa órbita que está muito
alinhada com a Terra, tornando-o um objeto potencialmente perigoso para o
futuro.

O asteroide foi detectado pela primeira vez em 1934 e sua órbita foi
confirmada em 1989. Em 2004, o Toutatis passou pela Terra apenas quatro vezes
mais longe do que a Lua, muito mais perto do que a aproximação desta
semana.

Os astrônomos estão usando radar e telescópios ópticos para obter uma melhor
avaliação da localização do asteroide, sua rotação incomum e a trajetória de voo
na esperança de obter estimativas sobre onde ele vai passar no futuro.

“Nós já sabemos que o Toutatis não vai bater na Terra durante centenas de
anos”, disse Benner. “Essas novas observações nos permitem prever a trajetória
do asteroide ainda mais no futuro.”

Fonte: Reuters