Todos a Bordo? Última Chamada para o AMOR!

Mensagem de Lauren Gorgo, 20 de dezembro de 2011

 

“A Terra que vocês conheceram antes já não existe… há um novo padrão que permeou o projeto divino do planeta e vocês existem agora como membros da comunidade galáctica, primos dos cidadãos iluminados da vossa galáxia.” – Conselho Superior Pleidiano

A Nova Terra

Em apenas um par de dias, através do solstício de 22/12, teremos concluído a última e final recalibração de 2011 e, de acordo com o CSP, isto completa a nossa jornada para a nova terra. Podemos não possuir um total entendimento do que isto significa para cada um de nós ainda, a nível individual, e muitos de nós estamos ainda demasiado cansados para ir à procura, mas estou a ouvir que o profundo realinhamento que ocorreu nas últimas semanas exigiu que nos revigorássemos com AMOR de forma a estarmos mais plenamente ancorados na consciência crística para a reestruturação global que irá ter lugar no ano que vem como consequência da nossa chegada aqui. E promete ser outro grande ano no sentido em que a reestruturação física e transformações de 2012 são inevitáveis e servirão o seu propósito de mudar efetivamente o humano coletivo para o CORAÇÃO em todos os assuntos e de abrir todos os caminhos para o AMOR.

Isto significará muitas coisas diferentes para muitas pessoas diferentes mas, para além de tudo o mais, o CSP deseja acalmar quaisquer medos de calamidades em 2012 e relembrar todos que a ascensão é uma jornada interior em que o mundo exterior é, meramente, uma projeção da nossa própria consciência e que a nossa parte individual na experiência coletiva da Terra é vital neste momento. Cada um de nós possui uma peça deste puzzle universal, aumentando o nosso quociente de AMOR, de forma a podermos aumentar coletivamente a vibração do planeta e participar nas maravilhas do novo mundo.

(NOTA: Existem muitas energias baseadas no medo a circular pelo planeta com relação a este próximo ano e todas as profecias, previsões e programações intencionais concebidas para impedir a nossa inevitável chegada à 5D, por isso é importante permanecermos conectados com o AMOR na época de férias e permitir simplesmente que estas energias existam, se vocês as sentirem. Se são sensitivos, podem estar a sentir uma sensação de uma tragédia iminente ou apenas uma ansiedade não identificável pesando sobre vocês. Isto passará em breve, mas ainda passará mais depressa se permanecermos deligados e observarmos apenas as energias coletivas em movimento.)

Em 2012, estaremos a aprender que o AMOR é tudo o que precisamos… mas não de uma forma lírica, de uma forma muito vibracional. Quando fazemos esta mudança profunda, o AMOR torna-se literalmente a força animadora da vida…o alimento para as nossas criações, a nossa biologia, as nossas relações. Quando o AMOR é completamente tecido na tapeçaria das nossas vidas, os milagres tornam-se a própria textura da nossa existência.

O AMOR, não 2012, é o aquilo para que nos temos preparado…

Código da Fonte Revelado

Existe um aspeto muito científico da ascensão que está a começar a espalhar-se mais na mente coletiva com respeito à ressonância, e aqueles que estão na vanguarda da nova humanidade conhecem isto intimamente. Aquelas almas que estão a estabelecer o novo mundo estão a começar a cantar num tom diferente. Literalmente. O novo humano (angélico) está sintonizado com a ressonância de 528 Hz do sagrado (superior) coração, que ressoa em harmonia com a grelha (crística) cristalina.

A vibração de 528Hz do Amor é a criação do Código da Fonte… A chave universal necessária para abrir o nosso potencial co-criativo, para nos libertar da escravidão e entrarmos no parque da nova terra. O código age como um amortecedor vibracional para garantir que os poderes sagrados do universo são concedidos apenas para os de coração puro.

Para aqueles de vocês que viram o filme de Christopher Nolan, O Começo, existe uma verdade literal nas muitas camadas da simbologia deste filme. Sendo o mais óbvio neste caso o código matemático “528”, que é repetido vezes sem conta ao longo do filme… um número de telefone, ou um guardanapo, o quarto de hotel… mas o mais interessante é que o número 528 estava na combinação real da caixa forte para “desbloquear” o cofre que continha o segredo para o alívio catártico do sofrimento emocional… e tudo o que foi impelido pelo “coração” da personagem principal para regressar a “casa” para o seu filho onde está o AMOR.

Demorei uns quantos meses a ligar todos os pontos, e alguns de vocês podem tê-lo percebido muito antes de mim, mas percebi (em retrospetiva) que as últimas várias atualizações de energia estavam a levar a esta revelação e que cada título que me era dado era muito revelador…embora de forma obnoxiosa…começando por: “O Começo: a iniciação final”, 11-11-11: Ativação do Código Fonte” e sempre para a “Chegada do AMOR Universal.”

Por outras palavras, à medida que atravessamos o limiar para 2012 estamos literalmente a acordar do sonho, da ilusão da limitação. A ressonância do AMOR universal que nos é pedido que incorporemos abre os proverbiais portais do céu de forma a não ficarmos mais tempo presos dentro no nosso mundo inconsciente e holograficamente criado e projetado de medo… aqueles medos que nos têm estado a fornecer amplas “provas” de que não somos bons o suficiente, suficientemente merecedores, suficientemente amados, suficientemente bem ou, simplesmente: não o suficiente.

Então, o que é mais urgente neste momento, antes de entrarmos em território completamente desconhecido, é a observação/libertação de qualquer coisa que reste nos nossos eus mental, emocional ou físico que seja baseada no medo e, portanto, nos impeça de incorporarmos o AMOR. Quaisquer que sejam as feridas que estão agora a revisitar, é importante (mas não é fácil) olhá-las de forma tão objetiva quanto possível e com a (luz) compreensão de que não têm que arrastar esta bagagem por mais tempo… que uma tábua rasa é não só uma possibilidade agora, mas uma necessidade.

“O novo projeto da terra necessita mais do que nunca de AMOR e, para os que ouvem a chamada, os impactos serão imensamente reduzidos. Para os que recusam a chamada, os impactos serão maiores. Dizemo-lo não para provocar medo, mas para relembrar cada um de vocês que a cura verdadeira é agora possível, mas necessita do firme compromisso de libertar tudo o que não seja o AMOR. Para aqueles que se têm dedicado a libertar estes padrões do medo, estão diante de vocês possibilidades sem precedentes.” – CSP

Onda de AMOR

Esta onda de AMOR de que os invisíveis me vêm a falar desde sempre deve ser de facto uma grande coisa porque eles estão, não só a pedir-me que enfatize e repita a palavra AMOR um trilião de vezes neste artigo, mas para dedicar esta secção a ele (e para deixar de lado os meus dois cêntimos). Da mesma forma, a minha experiência com os Pleidianos é que sempre que o conselho aparece, é hora de prestar atenção… os seus maneirismos austeros parecem significar seriamente atividades:

“A próxima onda de AMOR é invasiva e imparável. Está a elevar-vos para alturas desconhecidas. Digamos assim… não vão apenas ficar deliciados com o que criaram para vocês mesmos, em que o universo multiplica e devolve 10 vezes os vossos esforços baseados no AMOR… mas ficarão admirados pela vossa dedicação pessoal nesta jornada. Serão arrebatados pelo amor-próprio como nunca até aqui pois irão perceber, talvez mesmo pela primeira vez, quanto AMOR foi realmente necessário da vossa parte para chegarem aqui.

Entendemos o vosso menosprezo, mas não é possível enfatizarmos isto o suficiente. Considerando as circunstâncias, o facto de que cada um de vocês sentirá o calor absoluto e o brilho do AMOR do Criador tocar os vossos corações e vidas é nada menos do que milagroso e, nesta época de férias, desejamos banhar-vos no conhecimento de que foram vocês que trouxeram estas energias… e, coletivamente, foram vocês quem livraram o mundo do mal… e foram vocês que responderam à chamada dos criadores para avançar e, em alguns casos, para encarnar na carne humana pela primeira vez, apenas para garantirem as vossas missões. Nós, a Família da Luz Pleidiana, estamos cheios do mesmo AMOR por todos vocês, a nossa família humana, os nossos parentes galácticos, e apreciamos e honramos profundamente a vossa contribuição para a jornada coletiva da ascensão da Terra. Em breve serão acompanhados pela total respiração desta verdade pois, quando virem e sentirem o AMOR do nosso ponto de vista, serão indubitavelmente transformados.”- CSP

12:12

O portal 12:12 que atravessámos recentemente… aparentemente inabalável… foi um período de conclusão. De acordo com o CSP, o 12:132 ativou/imprimiu a codificação final necessária para fazer esta mudança para a unidade, ou consciência crística para aqueles que estão no leme.

Agora, dizemos isto com grande cuidado pois percebemos que há aqueles que ainda não estão a funcionar na linha do tempo da unidade, este é um marco, um tempo de solidificar os resultados dos vossos grandiosos esforços.”- CSP

O portal de 12:12 (e a energia que o antecedeu) foi, pelo menos em parte, responsável pela última ronda de detritos emocionais que foi empurrada para ser expurgada de dentro do nosso centro. Uma espécie de esforço de última hora para resolver todos os assuntos do ego baseados no medo com que temos vindo a trabalhar ao longo de 2011.

Sem dúvida, estamos todos a ser revisitados pelos nossos fantasmas do (Natal) passado e, nalguns casos… dependendo da densidade ainda restante nas nossas vidas… este tem sido um tempo de algumas revelações que mudam a vida realmente chocantes. Estas coisas que estão a correr para a superfície para chamar a nossa atenção podem parecer muito assustadoras/terríveis ao primeiro olhar, mas esta urgência/intensidade é, simplesmente, a resposta a um apelo universal de todo o coração para iluminar todos os cantos das nossas vidas e corpos de forma a, pela altura do solstício, podermos colocar-nos em posição para 2012, e começar de novo… um ciclo inteiramente novo, com uma nova vida e num mundo totalmente novo da nossa criação.

Isto não quer dizer que o que aparece neste período irá simplesmente desaparecer, apenas que estamos a ser dotados com a consciencialização de onde é que o AMOR ainda é preciso para mudarmos completamente para os nossos modelos de corpos da 12ª dimensão. Se estas energias de finalização deixam cair uma bomba na vossa vida, percebam que uma explosão pode servir dois propósitos divinos…1) trará, inequivocamente e sem falha, a nossa concentração e atenção para onde é preciso, EXATAMENTE de forma a podermos curar/libertar/restaurar o que quer que nos esteja a chamar… e 2) pode servir para nos deslocar, bastante depressa, para a estrutura mental e emocional necessárias para alinhar com o AMOR neste tempo crucial. Se sentiram um solavanco, percebam que era necessário um solavanco mas, quando perceberem porquê, 75% do trabalho já está feito. Os outros 25% estão no AMAREM-se a si mesmos em troca.

“Acrescentaríamos que o 12:12 apresentou a muitos opções para escolherem um novo caminho; estas opções foram apresentadas ou como revelações ou como uma chamada para a ação. Como respondem a estas situações é o que importa agora, não como as resolvem.”- CSP

Então, apesar de não ter havido tanta fanfarra à volta do 12:12 como à volta do 11:11, o CSP diz que esta passagem foi, mesmo assim, impactante porque abriu a porta para o 12º nível das ativações genéticas, a finalização do modelo crístico no planeta.

“Diríamos que estas energias estão a chegar para elevar a humanidade em certos setores, e desmontar igualmente a corrupção noutros. A forma como cada um se situa nas escolhas apresentadas agora…, como escolhem, vai determinar o caminho da vossa alma no ano que vem. Escolher o AMOR em vez do medo é o único caminho para a redenção.” – CSP

2012: Fase Dois

“O próximo ano do calendário, o imensamente esperado ano de 2012, é um avanço monumental no que chamamos de consciência planetária. Com isto, queremos dizer que aqueles que lançaram a nova terra excederam de longe as nossas expetativas. Por causa disto, o que se vai passar é muito maior, muito mais abrangente e mais delicioso do que até nós imaginámos.”- CSP

2012 é o que os Pleidianos chamam o ano do rufar de tambores, por favor…AMOR! Na verdade, eles referem-se a ele como o ano do amor divino ou universal, mas é também o ano em que entramos (no solstício) no que eles chamam de “fase 2” da ascensão: fase da fisicalização e da implementação da divina radiância do amor. Este é o ano em que os que estão aqui para servir o bem superior para o planeta e os seus povos “sairão do esconderijo”… este grupo será totalmente apoiado, protegido e catapultado para posições de maior influência, ao passo que os que se estão a auto servir serão chamados à ordem divina.

Este é o tempo/ano/mundo/era pela qual temos esperado/trabalhado de forma tão diligente e os invisíveis dizem que todos os muitos potenciais que estão a decorrer giram em torno do AMOR enquanto a força condutora da criação nas nossas novas vidas. A nova terra é aqui e o AMOR é a única forma de entrar… O AMOR é o código chave que permite que cada um de nós aceda às forças co-criativas do universo, o que pode ser acessado apenas a partir do espaço sagrado dentro dos nossos corações.

Em 2012, o AMOR vai finalmente tornar-se a força predominante no planeta e tudo e todos em oposição ao AMOR cairão. Ninguém, nada está isento.

“Temos tanta coisa para partilhar com relação a este próximo ano, mas vamos resumi-lo dizendo que, aqueles que estão alinhados com o AMOR, subirão para conhecer o AMOR de formas sem precedentes. De facto, a palavra AMOR em si mesma mudará para algo maior, pois o AMOR tal como o conhecem não é comparável ao AMOR que pulsará através do coração da terra e da humanidade. A força vital da Fonte inundará os vossos rios e veias e irá penetrar cada coisa viva com a radiância do AMOR divino, o sustento para a vida na nova terra.” – CSP

Desejando a cada um uma época de férias cheia de AMOR e uma transição fácil para 2012…

 

 

 

O PODER DE TRANSCENDÊNCIA DO AMOR

Mensagem de P’taah através de Jani King
 

Janeiro de 2012.

Questionador: Os seres humanos estão bem adaptados à monogamia?

P’taah: Não é nem uma coisa e nem outra. Aquilo que é idéia de monogamia é parte desta cultura. Não faz parte de outras culturas.

Veja, aquilo que se denominou como a sua idéia de casamento, a sua idéia de como “é suposto ser”, cria esta realidade. Se a sua idéia se refere a algo totalmente diferente, então é assim que a realidade seria. A linha básica é que tudo se refere ao amor.

Agora, vocês têm idéias que dizem que o amor deveria ser assim ou daquela forma, mas a verdade é que o amor, é amor, é amor e, no entanto, é tão maravilhoso!

Suas idéias de casamento fazem parte de sua cultura religiosa. Bem, nós lhe dizemos que onde quer que haja uma união de duas pessoas que a partir de então, não importa o quê, estão acorrentadas, então dizemos que isto não se trata de amor.

Questionador: E quanto aos papéis masculino e feminino em um relacionamento heterossexual?

P’taah: Amado, você sabe que está vindo para aprender sobre quem você é, e no grande esquema das coisas e nas idéias e possibilidades mais ilimitadas, nós lhe dizemos que a grande verdade de você é que você está para transcender aquilo que foram os seus papéis. Você está para transcender aquelas velhas idéias, as crenças e idéias sobre quem você é. O que é Deus/Deusa não se preocupa com tal limitação. Isto não cumpre a maior possibilidade daquilo que seja a sua verdade.

Questionador: Então você nos vê transcendendo os tipos tradicionais de relacionamentos?

P’taah: O que irá fazer a diferença – e não tem que esperar até algum tempo futuro; pode ser Agora – é quando cada um de vocês assumir a responsabilidade pela sua soberania. Quando cada um de vocês compreender que o amor é amor, é amor e que não há limitação e nenhum final para o amor, nenhum início ou final.

Amado, há mais amor ao redor do que você poderia possivelmente imaginar. Ele está aí quando vocês se unem para compartilhar o milagre que vocês são, uns com os outros, quando cada um de vocês está no amor maravilhoso e absoluto por cada faceta de vocês, e quando você sabe com o seu coração apaixonado que quem está em cada Agora é uma Expressão da Criação Perfeita, Eterna e mais gloriosa. Porque, na verdade, o amor realmente nada tem a ver com qualquer pessoa fora de vocês. É somente você. Somente você pode assumir a responsabilidade.

Questionador: Aqueles que não optarem por reconhecer o amor agora, serão transformados de qualquer maneira? Eu posso ver onde as pessoas poderiam se perguntar: “Por que eu deveria fazer alguma coisa ou reconhecer o amor agora, quando serei transformado muito em breve, afinal?”

P’taah: Saiba, amado, isto não funciona muito bem assim. Não tem importância a transformação porque você vê que para todos vocês agora que isto é verdadeiramente somente uma história, uma possibilidade em sua lista de favoritos. Não é a sua realidade neste agora. Você compreende?

Entretanto, a ausência do amor está em seu Agora. Este vazio dolorido que está dentro do seu peito é agora o desejo ardente do seu coração pelo amor. Todos vocês estão morrendo com um coração partido agora e alguns de vocês estão com medo que não durem o tempo suficiente para vivenciar esta transição.

Questionador: Eu entendo quando você quer dizer que esta transição é somente uma possibilidade.

P’taah: Estamos dizendo que é somente uma possibilidade porque ela não está em seu Agora. Entende? De certo modo você pode também dizer que a morte é somente uma possibilidade porque ela não está em sua realidade do Agora. Tudo o que não esteja no Agora, está “lá fora”. Você compreende?

Questionador: E você está dizendo que isto poderia mudar em breve?

P’taah:Oh, estamos dizendo que absolutamente É, porque é a NOSSA realidade. Temos estado na transformação pela qual estão ansiando. Nós a vemos porque fora deste continuum de tempo e espaço, está tudo ocorrendo ao mesmo tempo e temos experienciado aquilo que é a sua transformação.

É uma realidade. É a minha realidade. Não é a sua realidade, porque não é da sua experiência. É um sonho para vocês. Uma jornada para vocês. Isto é tudo o que estamos dizendo. Você entende o que estamos dizendo aqui?

Questionador: Sim, mas se isto irá acontecer de qualquer maneira, aquelas pessoas que não escolhem reconhecer o amor, ainda que elas estejam na dor, elas ainda serão parte da transformação?

P’taah: Nós dizemos que de certo modo, isto é assim. Estamos tentando responder a sua pergunta que é muito multidimensional, porque mesmo neste agora não há uma terra; há muitos milhares de terras. Não há um de você; há muitos vocês. Há muitos eus alternativos.

Nós lhe dizemos isto: A transformação se refere ao amor e o amor significa “não separação”. Ninguém será deixado para trás. Aqueles que não escolhem avançar neste foco, podem manter um foco nesta dimensão da realidade da terceira dimensão. Entretanto, porque eles estão na experiência do que está ocorrendo em seu plano, outro foco realmente virá que é a transformação.

Vocês são seres multidimensionais e sabemos que é bastante difícil para vocês, algumas vezes, manter isto em mente quando estão fazendo uma consulta para vocês em uma realidade de probabilidades. Entretanto, como vocês desejam a transformação, como disseram e como cada um de vocês disse: “Eu farei qualquer coisa para voltar para o Lar”, que assim seja.

P’taah

Fonte: Anjo de Luz